PortugueseEnglishSpanish

By

Professora do Instituto de Artes conquista Prêmio Açorianos de Literatura 2016

Divulgação

Divulgação

A Professora Paula Ramos venceu o Prêmio Açorianos de Literatura 2016 nas categorias de Projeto Especial e Livro do Ano, com o livro Modernidade Impressa: artistas ilustradores da Livraria do Globo de Porto Alegre. O trabalho é fruto de pesquisa iniciada há mais de 15 anos, a partir da realização do seu mestrado e doutorado.Os vencedores do Prêmio foram divulgados no dia 28 de novembro.

O livro aborda a história da Livraria do Globo a partir de sua produção gráfica, enfatizando os artistas ilustradores que trabalharam na legendária Seção de Desenho da empresa, na primeira metade do século XX, sob a gerência do designer alemão Ernst Zeuner. Os lançamentos editoriais se destacavam pela produção visual assinada por artistas como João Fahrion, Sotero Cosme, Nelson Faedrich e Edgar Koetz.

Surgida em 1883 como uma modesta papelaria, localizada na antiga Rua da Praia, a Livraria e Editora Globo foi uma das mais prósperas empresas do Rio Grande do Sul no século XX, revolucionando o cenário editorial e a linguagem gráfica brasileira.

Fonte: UFRGS Notícias

By

Doutor pelo PPG Bioquímica recebe o Prêmio Cientista Instituto Nanocell

O recém-doutor pelo Programa de Pós-Graduação em Bioquímica Roberto Farina de Almeida, orientado no doutorado pelo professor Diogo Souza recebeu o Prêmio Cientista do Ano, pelo Instituto Nanocell, na categoria aluno – área neurociências. Houve premiação, ainda, na categoria professores e em áreas como nanotecnologia, biotecnologia e biologia geral. premiado O tema da tese de Roberto foi “Avaliação do Potencial Ansiolítico e Antidepressivo da Guanosina”. O Instituto Nanocell selecionou, com base no currículo dos cientistas e de empresas com maiores números de indicações, aqueles que tinham méritos científicos e ações afirmativas, suficientes para seguirem na premiação.

Fonte: UFRGS Notícias

By

Professores da UFRGS estão entre os vencedores do Prêmio Pesquisador Gaúcho

jovem pesquisador gaucho

Nesta terça-feira, 13 de setembro, foram divulgados os vencedores do Prêmio Pesquisador Gaúcho. Entre os ganhadores  estão dois professores da UFRGS. Na área de Física e Astronomia, a ganhadora é a pesquisadora do Instituto de Física Thaisa Storchi Bergmann; e na área de Matemática/Estatística/Computação, o professor do Instituto de Informática Manuel Menezes de Oliveira Neto.

A Fundação de Amparo à Pesquisa do Rio Grande do Sul (FAPERGS) divulga nesta terça-feira, dia 13 de setembro, os destaques da pesquisa científica no Estado por meio do Prêmio Pesquisador Gaúcho 2016. A UFRGS conta com dois pesquisadores premiados na modalidade Pesquisador Destaque.

Manuel Neto é professor no Departamento de Informática Aplicada e desenvolve pesquisas nas áreas de computação gráfica, processamento de Imagens, visão computacional, realidade aumentada e realidade virtual, entre outras. Ele é orientador de pesquisa em destaque nesta semana no UFRGS Ciência. Thaisa Bergmann está ligada ao Departamento de Astronomia e realiza estudos na área de astrofísica extragaláctica. Foi a primeira cientista a detectar a presença de um disco de acreção em torno de um buraco negro no centro de uma galáxia inativa. Em 2015 conquistou o prêmio L’Oréal-Unesco para Mulheres na Ciência.

Cerimônia

A solenidade de premiação será realizada no dia 6 de outubro de 2016, no Salão de Convenções da Federação das Indústrias do Estado do Rio Grande do Sul (FIERGS).

Fonte: UFRGS Notícias

By

Docentes da UFRGS recebem o prêmio Para Mulheres na Ciência da L’Oreal

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

As docentes Ana Leonor Chies Santos (Instituto de Física) e Adriane Neumann de Oliveira (Instituto de Matemática e Estatística) estão entre as vencedoras do 11º prêmio Para Mulheres na Ciência 2016, realizado pela L’Oréal em parceria com a Academia Brasileira de Ciências e com a Unesco.

A pesquisadora Ana Leonor Chies Santos estuda coleções antigas de estrelas — aglomerados globulares — utilizando dados fornecidos por grandes telescópios, a fim de elucidar grandes questões de formação estelar ao acúmulo de matéria em galáxias, desde a Via Láctea até o Universo distante. O estudo de Adriana Neumann de Oliveira é sobre o comportamento coletivo das partículas de um sistema físico, no qual partículas movem-se, segundo uma regra probabilística, de um reservatório para outro.

A cerimônia da 11ª edição do prêmio “Para Mulheres na Ciência” acontece em 20 de outubro , no Museu do Amanhã, no Rio de Janeiro. Esta é a quinta vez que pesquisadoras da Universidade recebem o prêmio nacional do concurso. A cada ano, sete cientistas são reconhecidas por suas contribuições ao progresso científico em quatro áreas: Ciências Saúde; Ciências Matemáticas; Ciências Químicas e Ciências Físicas. A iniciativa objetiva incentivar a presença da mulher na linha de frente do conhecimento e garantir visibilidade ao trabalho das cientistas, além de oferecer condições favoráveis para a continuidade de projetos por meio do auxílio financeiro.

Fonte: UFRGS Notícias

By

Melhores teses de doutorado são premiadas pela UFRGS

Cadinho Andrade/UFRGS

Cadinho Andrade/UFRGS

A UFRGS premiou na tarde desta terça-feira, 3, as melhores teses defendidas na Universidade. O evento tem como objetivo estimular a pesquisa na Universidade. O reitor Carlos Alexandre Netto, o vice-reitor Rui Vicente Oppermann e o pró-reitor de Pós-Graduação Vladimir Pinheiro entregaram os certificados aos pesquisadores agraciados com a honraria.

Concorreram ao título 48 teses das mais diversas áreas do conhecimento. Foram premiados 9 trabalhos, outros 9 receberam menção honrosa. As teses foram analisadas por uma comissão julgadora, seguindo os critérios de originalidade, relevância para o desenvolvimento científico, tecnológico, cultural, social e de inovação. Os autores e orientadores das pesquisas vencedoras, em cada área, recebem a quantia de R$ 3.500.

O Reitor comentou o quanto a excelência da UFRGS, que se destacou nos últimos anos como a Universidade mais bem avaliada pelo Ministério da Educação, reflete a qualificação do ensino em todos os níveis, em especial da pós-graduação. Para ele, iniciativas como o Prêmio UFRGS de Tese são importantes porque motivam os estudantes a se envolverem com a pesquisa e com a carreira acadêmica.

A premiação está em sua 2ª edição e é promovida pela Pró-Reitoria de Pós-Graduação.

Confira aqui todos os premiados.

Fonte: UFRGS Notícias