PortugueseEnglishSpanish

By

Professor Jefferson Simões é condecorado pela Marinha

 

O professor Jefferson Cardia Simões, do Departamento de Geografia da UFRGS, foi condecorado pela Marinha do Brasil com a Medalha Mérito Tamandaré em função da sua liderança científica no Programa Antártico Brasileiro. A imposição da medalha foi realizada em cerimônia nesta quinta-feira, dia 13 de dezembro, no 5° Distrito Naval, no município de Rio Grande. Simões é diretor do Centro Polar e Climático da UFRGS (CPC-UFRGS) - instituição brasileira dedicada aos estudos da neve e do gelo, membro titular da Academia Brasileira de Ciências e coordenador-geral do Instituto Nacional de Ciência e Tecnologia da Criosfera, além de delegado brasileiro junto ao Comitê Internacional de Pesquisas Antárticas (SCAR).

Fonte: www.ufrgs.br

.

By

Francisco Marshall recebeu o título de Cidadão Emérito

Nessa terça-feira, 11 de dezembro, a Câmara Municipal de Porto Alegre concedeu o título de Cidadão Emérito ao pesquisador e professor da UFRGS Francisco Marshall, durante sessão solene realizada no plenário Otávio Rocha da Casa. A homenagem se deu pela contribuição prestada à cultura, à educação e ao conhecimento da cidade.

Ao agradecer a concessão do título, Marshall, que também estava completando 46 anos de idade, fez menção especial aos familiares, lembrando também a parceria com o irmão Otávio na administração do StudioClio, espaço cultural do Bairro Cidade Baixa já reconhecido pela população porto-alegrense.

Pregando a necessidade de se “compreender, ponderar e optar com liberdade para se produzir a felicidade”, Francisco Marshall observou que “o narcisismo excessivo nos impede de ver o outro na cidade”, reafirmando que cordialidade e encontro feliz com a arte e o conhecimento são os valores compartilhados na capital gaúcha.

Francisco Marshall ao centro

Francisco Marshall é professor no Departamento de História do Instituto de Filosofia e Ciências Humanas da UFRGS, atuando também como pesquisador e orientador de estudos científicos. Paralelamente, contribui com a cultura de Porto Alegre por meio das atividades do StudioClio, espaço cultural que administra.

Como cientista e professor, Francisco Marshall atua nas áreas de História Antiga, Arqueologia Clássica, História da Cultura, História da Arte, Teoria da História, Iconologia e Museologia. Ainda estudante, recebeu o prêmio Jovem Pesquisador da UFRGS, em 1988. Logo após concluir a graduação, por seu bom desempenho, ingressou diretamente no doutorado em História Social na Universidade de São Paulo (USP), tendo realizado pós-doutorado nas Universidades de Princeton, nos Estados Unidos, e Heidelberg, na Alemanha, como professor visitante.

Sua tese de doutorado originou o livro “Édipo tirano, a tragédia do saber” (Editora da UFRGS e Editora da UnB, 2000), com o qual ganhou o Prêmio Açorianos na categoria Ensaio de Humanidades, em 2001. Francisco Marshall realiza, desde 1997, o Projeto Apollonia, um amplo e pioneiro programa de pesquisas em História Antiga e Arqueologia Clássica que inclui escavações arqueológicas no sítio de Apollonia-Arsuf, em Israel, em parceria com a Tel Aviv University. Em suas expedições científicas internacionais, levou mais de 40 pesquisadores brasileiros ao Oriente Médio, produzindo grande impacto científico e educacional.

Atuando como diretor do Museu da UFRGS entre 1996 e 2002, projetou e implantou o novo “Museu da UFRGS, estado da arte em Museologia, ampliando os laços entre universidade, educação e sociedade”. Promoveu o Curso de Especialização em Museologia da UFRGS, formando 64 novos profissionais na área patrimonial. Apresentou conferências em universidades nos Estados Unidos, França, Itália, Alemanha, Israel, Argentina, Chile e Uruguai, além de muitas instituições brasileiras. Também registra numerosas publicações internacionais, recebeu a bolsa de pesquisa Humboldt (2008-2009) e foi eleito membro da Academia Nacional de Ciências de Buenos Aires, Argentina (2011).

Com informações da Assessoria de Imprensa da Câmara Municipal de Porto Alegre

Fonte: www.ufrgs.br