PortugueseEnglishSpanish

By

Pesquisadores da UFRGS são eleitos membros afiliados da Academia Brasileira de Ciências

Imagem: divulgação

Imagem: divulgação

A Academia Brasileira de Ciências (ABC), por meio de suas vice-presidências regionais, elegeu os membros afiliados que passam a fazer parte da entidade no período de 2015 a 2019. A categoria de membros afiliados, criada em 2007, abrange jovens cientistas de até 40 anos de idade, indicados por região do Brasil para integrarem os quadros da Academia por cinco anos.

Foram eleitos na Regional Sul quatro professores da UFRGS e um da UFSC.

  • Andre Quincozes dos Santos – UFRGS, Ciências Biológicas
  • Jackson Damiani Scholten – UFRGS, Ciências Químicas
  • Jairo Francisco Savian – UFRGS, Ciências da Terra
  • Marcelo Farina – UFSC, Ciências Biomédicas
  • Raquel Giulian – UFRGS, Ciências Físicas

A lista completa dos novos integrantes pode ser conferida no site da ABC.

Fonte: UFRGS Notícias

By

Projeto de pesquisa da UFRGS é selecionado pela Capes para trabalhar em parceria com a Argentina

A professora André Moura Bernardes recebeu em outubro o Prêmio Pesquisador Gaúcho.

A professora André Moura Bernardes recebeu em outubro o Prêmio Pesquisador Gaúcho.

Desenvolvido pela professora de Engenharia de Materiais, Andréa Moura Bernardes, o projeto Materiais Catalíticos: Uso no Tratamento de Água e Efluentes foi um dos 20 projetos aprovados pela Capes para participar do programa de Cooperação Internacional Centros Associados da Pós-Graduação Brasil-Argentina (CAPG-BA).

O programa visa o incentivo à co-orientação de teses e eventual co-diplomação, com participação ativa dos docentes-pesquisadores nos programas de pós-graduação de ambos os países, por meio da seleção de projetos de pesquisa, nas diversas áreas do conhecimento, bem como o fomento ao intercâmbio de estudantes de pós-graduação e o aperfeiçoamento de docentes, pesquisadores e professores visitantes.

As atividades realizadas nos projetos serão custeadas por meio do financiamento de bolsas de estudo, de recursos de custeio, de diárias, de seguro saúde, de auxílio instalação, de transporte aéreo/auxilio deslocamento para docentes e/ou para discentes.

Sobre o projeto:

Neste projeto pretende-se construir e caracterizar diferentes materiais catalíticos e avaliá-los em diferentes processos de tratamento de águas e efluentes contendo poluentes não tratáveis por processos convencionais, o que permitirá o estabelecimento das condições adequadas de tratamento com diferentes técnicas e a comparação em termos de aplicabilidade das técnicas em diferentes regiões da América do Sul (Brasil e Argentina).

Durante o desenvolvimento desta cooperação se pretende estabelecer uma metodologia interativa, onde:

- Serão realizados experimentos utilizando a infraestrutura que oferece cada instituição e estudo e interpretação dos resultados obtidos em torno da produção de materiais catalíticos e de suas aplicações para o tratamento de águas e efluentes.

- Através do intercâmbio de docentes e pesquisadores, proporcionados pelas missões de estudo e de trabalho, serão realizados cursos de pós-graduação em conjunto. O desenvolvimento destes cursos e debates específicos contará com o  reconhecimento correspondente em cada instituição. Por outro lado estas mesmas missões de trabalho permitirão eficiente intercâmbio entre docentes e o aprimoramento de suas atividades de docência e de pesquisa.

Coordenado por Andréa, o projeto trabalhará em parceria com a Faculdade de Engenharia Química da Universidad Nacional del Litoral da Argentina sob coordenação da Dra. Maria Alicia Ulla.

Andréa Moura possui doutorado em Engenharia de Materiais pela Technische Universitat Berlin (1997) na Alemanha e atualmente trabalha com pesquisas na área de reciclagem de materiais e tratamento de efluentes com reúso de água. Em outubro deste ano, a professora recebeu pela FAPERGS o Prêmio Pesquisador Gaúcho na área de engenharia.

By

Teses da UFRGS recebem Prêmio Capes

Paulo Roberto Menezes Lima Junior é autor de tese sobre ensino de Física - Foto:Priscilla Venancio – CCS/Capes

Paulo Roberto Menezes Lima Junior é autor de tese sobre ensino de Física – Foto:Priscilla Venancio – CCS/Capes

A Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes) promoveu nesta quarta-feira, 10, a solenidade de entrega do Prêmio Capes de Tese e do Grande Prêmio Capes de Tese 2014. A UFRGS, agraciada com três prêmios e sete menções honrosas.

Na cerimônia, foram conhecidos também os vencedores dos prêmios especiais frutos de parcerias da Capes com várias instituições com o objetivo de incentivar o desenvolvimento científico de determinadas áreas. A Universidade obteve destaque com o trabalho de Paulo Roberto Menezes Lima Junior, orientado pela professora Fernanda Ostermann, do PPG Ensino de Física da UFRGS. Ele recebeu o Prêmio Capes-Fundação Carlos Chagas na área de ensino. Esta distinção premia com R$ 15 mil os vencedores do Prêmio Capes de Tese nas áreas de Educação e de Ensino, e R$ 5 mil para as menções honrosas dessas respectivas áreas. Também foi premiada nesta categoria a autora Rosana Llopis Alves da Universidade Federal Fluminense na área de Educação.

As outras duas teses premiadas são: “Hidrologia da bacia Amazônica: compreensão e previsão com base em modelagem hidrológica-hidrodinâmica e sensoriamento remoto”, de Rodrigo Cauduro Dias de Paiva e orientação de Walter Collischonn e co-orientação de Marie-Paule Bonnet, do Programa de Pós-Graduação de Recursos Hídricos e Saneamento Ambiental; e “Movimento e hierarquia espacial na conurbação: o caso da região metropolitana de Porto Alegre“, de Cláudio Mainieri de Ugalde e orientação de Décio Rigatti, do Programa de Pós-Graduação em Planejamento Urbano e Regional.

A UFRGS ganhou também sete menções honrosas.

Menções Honrosas
PPG em Administração
Autor: Fernanda Lazzari
Orientador: Luiz Antonio Slongo
Título: O efeito placebo do país de origem sobre o desempenho de produtos
PPG Biologia Celular e Molecular
Autor: Laércio Pol Fachin
Orientador: Hugo Verli
Co-orientador: Roberto Dias Lins Neto
Título: Glicobiologia estrutural da modulação da cascata de coagulação sanguínea por heparina
PPG em Comunicação e Informação
Autor: Sandra Eliane Oliveira Bitencourt de Barreras
Orientador: Maria Helena Weber
Título: O agendamento do aborto na campanha presidencial brasileira em 2010: reverberação e silenciamento estratégicos entre imprensa, mídias sociais e candidatos
PPG em Ciências do Movimento Humano
Autor: Raquel Saccani
Orientador: Nadia Cristina Valentini
Título: Trajetória motora de crianças brasileiras de 0 a 18 meses de idade: Normatização da Alberta Infant Motor Scale para Aplicação Clínica e Científica no Brasil
PPG em Engenharia Civil
Autor: Luis Felipe da Rosa Espath
Orientador: Armando Miguel Awruch
Título: Otimização de Forma Estrutural e Aerodinâmica usando Análise Iso-Geométrica e Elementos Finitos
PPG Ciências Farmacêuticas
Autor: Danielle da Silva Trentin
Orientador: Alexandre José Macedo
Co-orientador: Raquel Brandt Giordani
Título: Estratégias de combate à adesão de bactérias patogênicas e formação de biofilmes: prospecção de fitocompostos e modificações de superfícies visando uso biomédico
PPG em Odontologia
Autor: Maximiliano Schünke Gomes
Orientador: Manoel Sant’Ana Filho
Co-orientador: Mark Allan Reynolds
Título: Associação entre periodontite apical e doenças cardiovasculares: da meta-análise de marcadores inflamatórios aos dados do estudo longitudinal de envelhecimento de baltimore (blsa)

Podem concorrer à premiação anual os trabalhos defendidos no Brasil, inscritos pelos programas de pós-graduação, em cada uma das 48 áreas do conhecimento reconhecidas pela Capes. São considerados na seleção os quesitos originalidade, relevância para o desenvolvimento científico, tecnológico, cultural, social, de inovação e valor agregado ao sistema educacional. A seleção é feita por comissões formadas por membros da comunidade em cada área. Em 2014, o prêmio contou com 676 teses de doutorado inscritas por 21 instituições.

O Prêmio Capes de Tese consiste em certificado de premiação a ser outorgado ao orientador, coorientador e ao programa em que foi defendida a tese; certificado de premiação e medalha para autor; prêmio ao orientador para participação em congresso nacional, no valor de R$ 3 mil; bolsa para realização de estágio pós-doutoral em instituição nacional de até três anos para o autor da tese, podendo ser convertida em estágio pós-doutoral de um ano fora do país em uma instituição de notória excelência na área de conhecimento do premiado.

Fonte: UFRGS Notícias

By

Estudante do PPG Sociologia recebe prêmio do Conselho Latino-americano de Ciências Sociais

Premio_Jean_Claude_Bajeux_Resultados

Clique na foto para aumentar

A aluna Germana Dalberto do PPG Sociologia recebe o prêmio Jean-Claude Bajeux, concedido pelo Conselho Latino-americano de Ciências Sociais. Com o tema do prêmio “Haití: derechos humanos y perspectivas democráticas”, Germana disputou o prêmio com o trabalho “Para além da colonialidade: os desafios e as possibilidades da transição democrática no Haití”.

Jean-Claude Bajeux foi um ativista haitiano e professor de literatura.

Fonte: IFCH-UFGRS