PortugueseEnglishSpanish

By

Professora da UFRGS recebe dois cargos na Sociedade Internacional de Engenharia de Tecidos e Medicina Regenerativa

Imagem: site do IPCT

Imagem: site do IPCT

A Professora da UFRGS e do IPCT Patricia Pranke foi eleita para dois cargos no TERMIS – Sociedade Internacional de Engenharia de Tecidos e Medicina Regenerativa, um dos parceiros do IPCT.

Patrícia foi eleita para duas diferentes posições na Sociedade. A primeira é como membro do Conselho das Américas. A segunda é como membro do comitê de membros da TERMIS, também nas Américas. Desta forma, a pesquisadora do IPCT participa da organização do evento que ocorre, neste ano, em Boston, nos Estados Unidos.

O TERMIS é uma comunidade internacional que reúne pessoas com interesses científicos em comum nos campos de Engenharia de Tecidos e Medicina Regenerativa. A Sociedade também promove fóruns para promover discussões e novas pesquisas.

A pesquisadora é professora e chefe do Laboratório de Hematologia e Células-Tronco da Faculdade de Farmácia Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS) desde 1995. Patrícia Pranke possui experiência em pesquisa em células-tronco e engenharia de tecidos, e atua principalmente nos seguintes temas: o sangue do cordão umbilical, as células-tronco, nanotecnologia, electrospinning e engenharia de tecidos.

Fonte: site do IPCT 

By

Repositório digital da UFRGS é reconhecido novamente como o melhor da América Latina

O Repositório da Ufrgsn saltou seis posições em relação à última classificação, feita em janeiro do ano passado. Foto: Ramon Moser

O Repositório da Ufrgsn saltou seis posições em relação à última classificação, feita em janeiro do ano passado. Foto: Ramon Moser

O Lume, banco de teses, dissertações, artigos e trabalhos acadêmicos da UFRGS, foi apontado, por mais um ano, como o melhor repositório digital da América Latina. Além de confirmar essa posição, o repositório saltou do 17º (janeiro de 2014) para o 11º posto na classificação mundial do Ranking Web of Repositories, atualizado em janeiro deste ano e que avalia os acervos digitais de acesso à produção acadêmica e científica.

O ranking é uma iniciativa do Cybermetrics Lab, grupo de pesquisa do Consejo Superior de Investigaciones Científicas (CSIC), ligado ao Ministério de Educação da Espanha, que tem o objetivo dar visibilidade à produção institucional e valorizar as iniciativas de livre acesso às publicações.

Amplo acervo

O repositório da UFRGS conta com mais de 22 mil teses e dissertações, defendidas na Universidade, além de 11,3 mil trabalhos de conclusão de curso de graduação e 3,2 mil trabalhos de conclusão de especialização. Estão disponíveis mais de 11 mil artigos de periódicos, centenas de livros e capítulos de livros, e, ainda, cerca de 23 mil trabalhos apresentados em eventos.

Fonte: UFRGS Notícias