PortugueseEnglishSpanish

By

Projeto de pesquisa da UFRGS é selecionado pela Capes para trabalhar em parceria com a Argentina

A professora André Moura Bernardes recebeu em outubro o Prêmio Pesquisador Gaúcho.

A professora André Moura Bernardes recebeu em outubro o Prêmio Pesquisador Gaúcho.

Desenvolvido pela professora de Engenharia de Materiais, Andréa Moura Bernardes, o projeto Materiais Catalíticos: Uso no Tratamento de Água e Efluentes foi um dos 20 projetos aprovados pela Capes para participar do programa de Cooperação Internacional Centros Associados da Pós-Graduação Brasil-Argentina (CAPG-BA).

O programa visa o incentivo à co-orientação de teses e eventual co-diplomação, com participação ativa dos docentes-pesquisadores nos programas de pós-graduação de ambos os países, por meio da seleção de projetos de pesquisa, nas diversas áreas do conhecimento, bem como o fomento ao intercâmbio de estudantes de pós-graduação e o aperfeiçoamento de docentes, pesquisadores e professores visitantes.

As atividades realizadas nos projetos serão custeadas por meio do financiamento de bolsas de estudo, de recursos de custeio, de diárias, de seguro saúde, de auxílio instalação, de transporte aéreo/auxilio deslocamento para docentes e/ou para discentes.

Sobre o projeto:

Neste projeto pretende-se construir e caracterizar diferentes materiais catalíticos e avaliá-los em diferentes processos de tratamento de águas e efluentes contendo poluentes não tratáveis por processos convencionais, o que permitirá o estabelecimento das condições adequadas de tratamento com diferentes técnicas e a comparação em termos de aplicabilidade das técnicas em diferentes regiões da América do Sul (Brasil e Argentina).

Durante o desenvolvimento desta cooperação se pretende estabelecer uma metodologia interativa, onde:

- Serão realizados experimentos utilizando a infraestrutura que oferece cada instituição e estudo e interpretação dos resultados obtidos em torno da produção de materiais catalíticos e de suas aplicações para o tratamento de águas e efluentes.

- Através do intercâmbio de docentes e pesquisadores, proporcionados pelas missões de estudo e de trabalho, serão realizados cursos de pós-graduação em conjunto. O desenvolvimento destes cursos e debates específicos contará com o  reconhecimento correspondente em cada instituição. Por outro lado estas mesmas missões de trabalho permitirão eficiente intercâmbio entre docentes e o aprimoramento de suas atividades de docência e de pesquisa.

Coordenado por Andréa, o projeto trabalhará em parceria com a Faculdade de Engenharia Química da Universidad Nacional del Litoral da Argentina sob coordenação da Dra. Maria Alicia Ulla.

Andréa Moura possui doutorado em Engenharia de Materiais pela Technische Universitat Berlin (1997) na Alemanha e atualmente trabalha com pesquisas na área de reciclagem de materiais e tratamento de efluentes com reúso de água. Em outubro deste ano, a professora recebeu pela FAPERGS o Prêmio Pesquisador Gaúcho na área de engenharia.

By

Teses da UFRGS recebem Prêmio Capes

Paulo Roberto Menezes Lima Junior é autor de tese sobre ensino de Física - Foto:Priscilla Venancio – CCS/Capes

Paulo Roberto Menezes Lima Junior é autor de tese sobre ensino de Física – Foto:Priscilla Venancio – CCS/Capes

A Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes) promoveu nesta quarta-feira, 10, a solenidade de entrega do Prêmio Capes de Tese e do Grande Prêmio Capes de Tese 2014. A UFRGS, agraciada com três prêmios e sete menções honrosas.

Na cerimônia, foram conhecidos também os vencedores dos prêmios especiais frutos de parcerias da Capes com várias instituições com o objetivo de incentivar o desenvolvimento científico de determinadas áreas. A Universidade obteve destaque com o trabalho de Paulo Roberto Menezes Lima Junior, orientado pela professora Fernanda Ostermann, do PPG Ensino de Física da UFRGS. Ele recebeu o Prêmio Capes-Fundação Carlos Chagas na área de ensino. Esta distinção premia com R$ 15 mil os vencedores do Prêmio Capes de Tese nas áreas de Educação e de Ensino, e R$ 5 mil para as menções honrosas dessas respectivas áreas. Também foi premiada nesta categoria a autora Rosana Llopis Alves da Universidade Federal Fluminense na área de Educação.

As outras duas teses premiadas são: “Hidrologia da bacia Amazônica: compreensão e previsão com base em modelagem hidrológica-hidrodinâmica e sensoriamento remoto”, de Rodrigo Cauduro Dias de Paiva e orientação de Walter Collischonn e co-orientação de Marie-Paule Bonnet, do Programa de Pós-Graduação de Recursos Hídricos e Saneamento Ambiental; e “Movimento e hierarquia espacial na conurbação: o caso da região metropolitana de Porto Alegre“, de Cláudio Mainieri de Ugalde e orientação de Décio Rigatti, do Programa de Pós-Graduação em Planejamento Urbano e Regional.

A UFRGS ganhou também sete menções honrosas.

Menções Honrosas
PPG em Administração
Autor: Fernanda Lazzari
Orientador: Luiz Antonio Slongo
Título: O efeito placebo do país de origem sobre o desempenho de produtos
PPG Biologia Celular e Molecular
Autor: Laércio Pol Fachin
Orientador: Hugo Verli
Co-orientador: Roberto Dias Lins Neto
Título: Glicobiologia estrutural da modulação da cascata de coagulação sanguínea por heparina
PPG em Comunicação e Informação
Autor: Sandra Eliane Oliveira Bitencourt de Barreras
Orientador: Maria Helena Weber
Título: O agendamento do aborto na campanha presidencial brasileira em 2010: reverberação e silenciamento estratégicos entre imprensa, mídias sociais e candidatos
PPG em Ciências do Movimento Humano
Autor: Raquel Saccani
Orientador: Nadia Cristina Valentini
Título: Trajetória motora de crianças brasileiras de 0 a 18 meses de idade: Normatização da Alberta Infant Motor Scale para Aplicação Clínica e Científica no Brasil
PPG em Engenharia Civil
Autor: Luis Felipe da Rosa Espath
Orientador: Armando Miguel Awruch
Título: Otimização de Forma Estrutural e Aerodinâmica usando Análise Iso-Geométrica e Elementos Finitos
PPG Ciências Farmacêuticas
Autor: Danielle da Silva Trentin
Orientador: Alexandre José Macedo
Co-orientador: Raquel Brandt Giordani
Título: Estratégias de combate à adesão de bactérias patogênicas e formação de biofilmes: prospecção de fitocompostos e modificações de superfícies visando uso biomédico
PPG em Odontologia
Autor: Maximiliano Schünke Gomes
Orientador: Manoel Sant’Ana Filho
Co-orientador: Mark Allan Reynolds
Título: Associação entre periodontite apical e doenças cardiovasculares: da meta-análise de marcadores inflamatórios aos dados do estudo longitudinal de envelhecimento de baltimore (blsa)

Podem concorrer à premiação anual os trabalhos defendidos no Brasil, inscritos pelos programas de pós-graduação, em cada uma das 48 áreas do conhecimento reconhecidas pela Capes. São considerados na seleção os quesitos originalidade, relevância para o desenvolvimento científico, tecnológico, cultural, social, de inovação e valor agregado ao sistema educacional. A seleção é feita por comissões formadas por membros da comunidade em cada área. Em 2014, o prêmio contou com 676 teses de doutorado inscritas por 21 instituições.

O Prêmio Capes de Tese consiste em certificado de premiação a ser outorgado ao orientador, coorientador e ao programa em que foi defendida a tese; certificado de premiação e medalha para autor; prêmio ao orientador para participação em congresso nacional, no valor de R$ 3 mil; bolsa para realização de estágio pós-doutoral em instituição nacional de até três anos para o autor da tese, podendo ser convertida em estágio pós-doutoral de um ano fora do país em uma instituição de notória excelência na área de conhecimento do premiado.

Fonte: UFRGS Notícias

By

Laboratório de Metalurgia Física da UFRGS recebe Prêmio Finep de Inovação

logo (2)

O Laboratório de Metalurgia Física da UFRGS, (LAMEF) é um dos vencedores regionais do Prêmio Finep de Inovação na categoria Instituição de Ciência e Tecnologia.  Este ano o prêmio contou com 561 inscritos dos quais 26 saíram vencedores nas seis categorias, que agora concorrem à grande final nacional, a ser realizada em Brasília, ainda este ano. A cerimônia de premiação regional acontece no Teatro Municipal do Rio de Janeiro, no dia 5 de novembro às 19h.

Os ganhadores da categoria Instituição de Ciência e Tecnologia receberão, além de troféu, R$200 mil em espécie. Durante o julgamento regional, as propostas pré-qualificadas foram avaliadas por comitês de jurados compostos por especialistas, representantes de instituições inovadoras, do setor empresarial e da Finep. 

 

 

Fonte: Finep

By

Professores da UFRGS são destaque no Prêmio Pesquisador Gaúcho

Imagem: divulgação

Imagem: divulgação

A Fundação de Amparo à Pesquisa do Rio Grande do Sul (Fapergs), vinculada à Secretaria da Ciência, Inovação e Desenvolvimento Tecnológico (Scit), divulgou nesta quarta-feira (1º) os destaques da pesquisa científica gaúcha. Principal distinção voltada à ciência e tecnologia do Estado, o Prêmio Pesquisador Gaúcho vai agraciar 14 pesquisadores responsáveis por estudos em cinco campos do conhecimento, na indústria e em inovação tecnológica. O objetivo da premiação é demonstrar a importância do papel da pesquisa na melhoria de vida da sociedade. 

Dois professores da UFRGS, Andréa Moura Bernardes e Yan Levin, receberam o Prêmio Pesquisador Destaque, que é entregue por área de conhecimento. A entrega da premiação ocorre no dia 22 de outubro, em jantar no Salão de Convenções da Federação das Indústrias do Rio Grande do Sul (Fiergs), às 20h. Neste ano, a categoria especial homenageia o Ano Internacional da Agricultura Familiar.  

Professora da escola de Engenharia da UFRGS, Andréa Moura Bernardes possui mestrado em Engenharia de Minas, Metalúrgica e de Materiais, e Doutorado em Engenharia de Materiais pela Technische Universität Berlin, na Alemanha. Suas áreas de pesquisa compreendem reciclagem de metais, tratamento de efluentes, tecnologias limpas, caracterização de resíduos e processos de membranas. Em maio, Andréa recebeu o Prêmio Gestão Integrada durante o IX Simpósio Internacional de Qualidade Ambiental, promovido pela Associação Brasileira de Engenharia Sanitária e Ambiental do RS (ABES-RS). 

Yan Levin é professor do Instituto de Física da UFRGS e trabalha também como professor associado do Centro Internacional de Física Teórica Abdus Salam, na Itália. Em 2012 ele ganhou o prêmio CBPF de Física por seu trabalho em mecânica estatística e biofísica. 

A lista completa com os vencedores do Prêmio Pesquisador Gaúcho pode ser conferida no site da Fapergs.

By

Mestrando em Engenharia Elétrica recebe prêmio em congresso internacional

Alisson Lanot (centro) recebeu o prêmio de melhor artigo

Alisson Lanot (centro) recebeu o prêmio de melhor artigo

A 19th Annual International Mixed-Signals, Sensors, and Systems Test Workshop [Workshop Internacional de Teste de Sinais Mistos, Sensores e Sistemas], pela primeira vez na América Latina, ocorreu em Porto Alegre, entre 17 e 19 de setembro. Entre os trabalhos apresentados, o congresso destacou como melhor artigo o produzido pelo estudante do Programa de Pós-Graduação em Engenharia Elétrica Alisson Lanot. Lanot apresentou o artigo “Fault Mitigation Strategies for Single Event Transients on SAR converters”, que integra seu estudo de mestrado, orientado pelo professor Tiago Balen.

A pesquisa do estudante é sobre a mitigação de falhas em conversores de dados, em particular, conversores Analógico/Digital do tipo SAR. Lanot explica que os conversores são circuitos elétricos utilizados para converter informações do ambiente, caracterizadas por grandezas analógicas – som, luz ou temperatura, por exemplo – para uma representação em que um sistema computacional possa entender. Tais conversores podem ser utilizados em aplicações espaciais, como, por exemplo, em satélites, ou até mesmo em ambientes terrestres possivelmente perigosos para o ser humano, como é o caso de reatores nucleares. A radiação, explica, traz danos a componentes eletrônicos. “Esses danos podem ser transientes ou permanentes. Neste trabalho eu discuto as técnicas pré-existentes mais apropriadas para mitigar falhas transientes que podem ocorrer em um tipo de conversor Analógico/Digital conhecido como SAR.”, comenta Lanot.

Fonte: Ufrgs Notícias