PortugueseEnglishSpanish

By

Docentes da UFRGS recebem o prêmio Para Mulheres na Ciência da L’Oreal

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

As docentes Ana Leonor Chies Santos (Instituto de Física) e Adriane Neumann de Oliveira (Instituto de Matemática e Estatística) estão entre as vencedoras do 11º prêmio Para Mulheres na Ciência 2016, realizado pela L’Oréal em parceria com a Academia Brasileira de Ciências e com a Unesco.

A pesquisadora Ana Leonor Chies Santos estuda coleções antigas de estrelas — aglomerados globulares — utilizando dados fornecidos por grandes telescópios, a fim de elucidar grandes questões de formação estelar ao acúmulo de matéria em galáxias, desde a Via Láctea até o Universo distante. O estudo de Adriana Neumann de Oliveira é sobre o comportamento coletivo das partículas de um sistema físico, no qual partículas movem-se, segundo uma regra probabilística, de um reservatório para outro.

A cerimônia da 11ª edição do prêmio “Para Mulheres na Ciência” acontece em 20 de outubro , no Museu do Amanhã, no Rio de Janeiro. Esta é a quinta vez que pesquisadoras da Universidade recebem o prêmio nacional do concurso. A cada ano, sete cientistas são reconhecidas por suas contribuições ao progresso científico em quatro áreas: Ciências Saúde; Ciências Matemáticas; Ciências Químicas e Ciências Físicas. A iniciativa objetiva incentivar a presença da mulher na linha de frente do conhecimento e garantir visibilidade ao trabalho das cientistas, além de oferecer condições favoráveis para a continuidade de projetos por meio do auxílio financeiro.

Fonte: UFRGS Notícias

By

Professores da UFRGS são eleitos membros da TWAS

Dois professores da UFRGS foram eleitos membros da TWAS – The World Academy of Science (Academia de Ciências do Mundo), entidade internacional que congrega cientistas de países em desenvolvimento, contribuindo cientificamente para o desenvolvimento sustentável do planeta. Arthur Lopes, do Instituto de Matemática e Eduardo Bica, do Instituto de Física foram eleitos no encontro realizado em Buenos Aires.

A TWAS é associada à Unesco e foi fundada em 1985 pelo paquistanês Abdus Salam, prêmio Nobel de Física em 1979, entre outros. A academia é composta atualmente por 1.115 membros que são eleitos anualmente. O Brasil conta com 11 cientistas na TWAS.