Você está aqui: Página Inicial

PPGASFAR

PROGRAMA DE PÓS- GRADUAÇÃO EM ASSISTÊNCIA FARMACÊUTICA

HISTÓRIA:

A Área de Farmácia da CAPES criou, no ano de 2008, a Rede Brasileira de Ciências Farmacêuticas (RBCF), referendada na Reunião dos Coordenadores dos Programas de Pós-Graduação da Área da Farmácia. A RBCF é constituída por oito redes temáticas, sendo uma delas a Rede Brasileira de Assistência Farmacêutica e Vigilância Sanitária (REBRAFVIME). A REBRAFVIME é conseqüência de quase três décadas de discussão e encaminhamentos propositivos nas universidades e nos diversos cenários da prática profissional sobre a necessidade de se fomentar a pesquisa na área de Assistência Farmacêutica e Vigilância Sanitária. Portanto, conta-se com o reconhecimento e a chancela pela Área de Farmácia da CAPES, bem como com o apoio do Ministério da Saúde nas ações desenvolvidas nesse âmbito.

A REBRAFVIME integrou a proposta do Instituto Nacional de Ciência e Tecnologia para Inovação Farmacêutica (INCT_if). No âmbito de suas atividades, está a criação do Programa Nacional de Pós-Graduação em Assistência Farmacêutica, por meio da associação de IES. Pretende-se com a REBRAFVIME e com este programa incrementar a formação de recursos humanos; proporcionar o intercâmbio docente e discente em nível nacional e internacional; discutir e implementar editais específicos nas áreas de pesquisa; a elaborar e manter um periódico indexado, entre outras ações.

Diante desse quadro, a consolidação da área temática da Assistência Farmacêutica é um desafio constante que requer incentivos resolutivos por parte das universidades, órgãos de fomento, Ministério da Saúde e Agencia Nacional de Vigilância Sanitária. Logo, projetam-se duas ações norteadoras:

 

a) Acredita-se que somente com a formação de parcerias entre pesquisadores, por meio de redes, possa-se estimular o desenvolvimento harmônico da assistência farmacêutica em um país de dimensões continentais como o Brasil. Portanto, a Rede Brasileira de Assistência Farmacêutica e de Vigilância em Medicamentos é integrada por pesquisadores, professores e profissionais. A associação dos mesmos tem como objetivo constituir parcerias que levem a formação de núcleos que com o correr do tempo transformem-se em grupos de pesquisa qualificados.

b) Idêntica-se a existência de pesquisadores isolados ou em pequenos grupos em várias IES. A associação desses pesquisadores para a implantação de um Programa de Pós-Graduação em Assistência Farmacêutica é essencial para o desenvolvimento do país. Com o fomento a esse programa espera-se iniciar o atendimento a demandas de professores qualificados para os Cursos de Farmácia, pesquisadores com produção científica compatível com os padrões exigidos pela CAPES, produção de tecnologias e inovações para o SUS e a sociedade, bem como ser a peça fundamental para incentivar a rede acima descrita.

Em suma, a implementação dessas ações norteadoras poderá favorecer o crescimento da Assistência Farmacêutica e atender a uma demanda social relevante na atenção à saúde individual e coletiva da população brasileira.

As Universidades onde se encontram distribuídos os pesquisadores participantes da presente proposta estão concentradas nas regiões sul e sudeste. Esta é uma característica interessante, pois a proximidade contribuirá para a colaboração entre os centros. Por outro lado, a participação de IES do nordeste pode funcionar como embrião para o início do desenvolvimento nessa região e pólo de expansão para outras.