PPGEE

Programa de Pós-graduação
em Engenharia Elétrica

UFRGS

Defesa Pública da Dissertação de Mestrado do Engenheiro Eletricista BEN HUR BANDEIRA BOFF:

Data: 12 de Março de 2018  - segunda-feira
Horário: 14h00min
Local: Salão de Eventos do Instituto Eletrotécnico (Av. Osvaldo Aranha - 1º andar)

Banca Examinadora:
Prof. Dr. Antônio Carlos Ferreira - Programa de Engenharia Elétrica - COPPE - UFRJ
Prof. Dr.  Ály Ferreira Flores Filho - PPGEE-UFRGS
Prof. Dr. Luís Alberto Pereira - PPGEE-UFRGS
Prof. Dr. Paulo Roberto Eckhert - PPGEE-UFRGS (Orientador)
Suplente:
Prof. Dr. Roberto Petry Homrich - DELET-UFRGS

Título da Dissertação: INFLUÊNCIA DO EFEITO DE EXTREMIDADE DE ATUADORES ELETROMAGNÉTICOS LINEARES NAS INDUTÂNCIAS

Resumo: "Este trabalho demonstra que o efeito de extremidade existente em atuadores eletromagnéticos lineares pode ter influência significativa nas indutâncias próprias, mútuas e síncronas, com valores dependentes da posição que podem ser utilizados para monitoração da posição axial da armadura. O estudo é aplicado a um atuador eletromagnético linear tubular de ímãs permanentes com duplo arranjo de quase-Halbach e bobina móvel, que foi concebido para fins de uso em sistemas de suspensão eletromagnética ativa e semi-ativa. A partir da revisão de literatura apresentada, classificou-se o efeito de extremidade de máquinas lineares síncronas de ímãs permanentes quanto aos tipos, causas, consequências e técnicas de mitigação (caso seja necessário). Adicionalmente, os tipos de controle sem sensores são exemplificados a fim de se identificar maneiras possíveis de adequar algum ao atuador em estudo. São apresentados casos de trabalhos na literatura que utilizam o controle sem sensores em máquinas que possuem indutâncias com comportamento semelhante. Em termos de análise, a distribuição do fluxo magnético no atuador é estudada e um modelo semianalítico é elaborado para calcular o valor das indutâncias com base nos dados de fluxo magnético obtido por meio de simulação numérica. Logo, modelos numéricos completos e parametrizados do atuador são elaborados para simulação transiente e magnetostática e a partir destes as indutâncias são obtidas. As indutâncias também são medidas experimentalmente e na análise dos resultados as incertezas de medição são calculadas e um projeto de experimento é apresentado. Os resultados dos modelos semianalítico e numérico apresentam boa concordância com os resultados experimentais. Por fim, a adequação do atuador para futura aplicação de controle sem sensores é discutida tendo como base a variação de indutâncias devido ao efeito de extremidade.
 
Palavras-chave:  Atuador eletromagnético linear. Controle sem sensores. Efeito de extremidade. Indutância mútua. Indutância própria. Indutâncias síncronas. Máquina linear síncrona de ímãs permanentes."