PIE00040 - Educação e Pesquisa no entre-planos: imanência, referência, composição

Súmula:

Súmula/ementa: 
Os planos da filosofia, da ciência e da arte na ótica deleuzo-guattariniana, suas instâncias de instauração, suas especificidades como modo de pensamento. Suas potencialidades para o pensamento inter/transdisciplinar. Suas possibilidades como operadores na pesquisa e na formação em educação. Implicações para a educação na escola pública, considerando em particular os anos iniciais.

Objetivos:
- Colocar em análise os conceitos centrais de que trata a obra “O que é Filosofia?” de G. Deleuze e F. Guattari, no âmbito das instâncias de instauração do pensamento filosófico, científico e artístico: respectivamente os planos de imanência (forma do conceito), de referência (função de conhecimento) e de composição (força da sensação). 
- Avaliar a virtual potência dessas instâncias como operadores na pesquisa e na formação em educação.
- Avaliar a virtual potência dessas instâncias como operadores para o pensamento inter/transdisciplinar
- Buscar as implicações para a educação na escola pública, em particular os anos iniciais.

Programa (conteúdo):
1)Apresentação do problema na ótica da obra “O que é Filosofia?”; 
2)Discussão no viés analítico dos principais conceitos da obra em tela, distribuídos segundo cronograma a combinar – o conceito, o plano de imanência e consistência da filosofia, os personagens conceituais; functivos e conceitos e o plano de referência ou de coordenação da ciência; perceptos, afectos, sensações e o plano de composição da arte. 
3)Implicações para a pesquisa, a formação no plano da educação e a escola pública.


Bibliografia sugerida:

DELEUZE, G.; GUATTARI, F. O que é filosofia? RJ, Ed. 34, 1992/1997.
Demais autores: a definir conforme o curso das discussões ao longo do seminário.


Professor responsável: Margarete Axt

Linha de pesquisa: Interfaces Digitais em Educação, Arte, Linguagem e Cognição

Natureza: Seminário Avançado

Carga horária: 45

Créditos: 3