Projeto de pesquisa da UFRGS é selecionado pela Capes para trabalhar em parceria com a Argentina

A professora André Moura Bernardes recebeu em outubro o Prêmio Pesquisador Gaúcho.
A professora André Moura Bernardes recebeu em outubro o Prêmio Pesquisador Gaúcho.

Desenvolvido pela professora de Engenharia de Materiais, Andréa Moura Bernardes, o projeto Materiais Catalíticos: Uso no Tratamento de Água e Efluentes foi um dos 20 projetos aprovados pela Capes para participar do programa de Cooperação Internacional Centros Associados da Pós-Graduação Brasil-Argentina (CAPG-BA).

O programa visa o incentivo à co-orientação de teses e eventual co-diplomação, com participação ativa dos docentes-pesquisadores nos programas de pós-graduação de ambos os países, por meio da seleção de projetos de pesquisa, nas diversas áreas do conhecimento, bem como o fomento ao intercâmbio de estudantes de pós-graduação e o aperfeiçoamento de docentes, pesquisadores e professores visitantes.

As atividades realizadas nos projetos serão custeadas por meio do financiamento de bolsas de estudo, de recursos de custeio, de diárias, de seguro saúde, de auxílio instalação, de transporte aéreo/auxilio deslocamento para docentes e/ou para discentes.

Sobre o projeto:

Neste projeto pretende-se construir e caracterizar diferentes materiais catalíticos e avaliá-los em diferentes processos de tratamento de águas e efluentes contendo poluentes não tratáveis por processos convencionais, o que permitirá o estabelecimento das condições adequadas de tratamento com diferentes técnicas e a comparação em termos de aplicabilidade das técnicas em diferentes regiões da América do Sul (Brasil e Argentina).

Durante o desenvolvimento desta cooperação se pretende estabelecer uma metodologia interativa, onde:

– Serão realizados experimentos utilizando a infraestrutura que oferece cada instituição e estudo e interpretação dos resultados obtidos em torno da produção de materiais catalíticos e de suas aplicações para o tratamento de águas e efluentes.

– Através do intercâmbio de docentes e pesquisadores, proporcionados pelas missões de estudo e de trabalho, serão realizados cursos de pós-graduação em conjunto. O desenvolvimento destes cursos e debates específicos contará com o  reconhecimento correspondente em cada instituição. Por outro lado estas mesmas missões de trabalho permitirão eficiente intercâmbio entre docentes e o aprimoramento de suas atividades de docência e de pesquisa.

Coordenado por Andréa, o projeto trabalhará em parceria com a Faculdade de Engenharia Química da Universidad Nacional del Litoral da Argentina sob coordenação da Dra. Maria Alicia Ulla.

Andréa Moura possui doutorado em Engenharia de Materiais pela Technische Universitat Berlin (1997) na Alemanha e atualmente trabalha com pesquisas na área de reciclagem de materiais e tratamento de efluentes com reúso de água. Em outubro deste ano, a professora recebeu pela FAPERGS o Prêmio Pesquisador Gaúcho na área de engenharia.

Tagged