Ir para o conteúdo. | Ir para a navegação

Ferramentas Pessoais
Acessar
Seções
Você está aqui: Página Inicial Arquivos Notícias Agronomia e Veterinária da UFRGS de Portas Abertas

Agronomia e Veterinária da UFRGS de Portas Abertas

Visitantes elogiaram a atenção e a disponibilidade carinhosa de professores, alunos e mediadores das atividades
Agronomia e Veterinária da UFRGS de Portas Abertas

Auditório da FAVET-UFRGS. Programa Portas Abertas. Foto: José Thiago Rühee

Texto: José Thiago Lemes Rühee


A manhã do dia dezesseis de maio de dois mil e quinze havia apenas começado, quando um enorme contingente de adolescentes vindos de todas as partes do estado do Rio Grande do Sul ‘’invadiu’’ os campi da UFRGS. Não foi a primeira vez que a Universidade Federal do Rio Grande do Sul promoveu o evento Portas Abertas, - dia em que funcionários, professores e alunos dedicam-se a abrir as portas das salas de aula e laboratórios da universidade para a comunidade em geral e futuros vestibulandos a fim de informar e esclarecer sobre os cursos oferecidos, -  porém muitos expressaram a impressão de ter sido esta a edição mais exitosa promovida até hoje.

O auditório da Faculdade de Veterinária (FAVET), por exemplo, viu-se pequeno e abafado, na tentativa de acolher os mais de duzentos estudantes presentes na primeira de três palestras de apresentação do curso de medicina veterinária, ministradas pelo diretor da FAVET, Dr. Emerson Antonio Consentini e pela professora extensionista Dra. Saionara Araújo Wagner. ‘’ Gente, se não tiver assento podem sentar no chão mesmo, a conversa aqui é bem informal ’’, divertiu-se o professor, dando início aos trabalhos do dia.

Durante cerca de vinte minutos, o professor/diretor Dr. Emerson Consentini dissertou sobre a estrutura geral da FAVET, citou o fato do curso possuir cinco estrelas na avaliação do ‘’Guia do Estudante’’, e, além disso, deu dicas e conselhos preciosos aos, quiçá, futuros veterinários.

Atualmente, a faculdade de veterinária conta com três departamentos que são: Departamento de Medicina Animal, Departamento de Medicina Veterinária Preventiva e o Departamento de Patologia Clínica Veterinária, respectivamente dirigidos pelos professores Hamilton Luiz de Souza Moraes, Susana Cardoso e Cláudio Estevão Farias da Cruz. Ao todo, o Campus conta com cinquenta e dois professores, dois professores substitutos, além da uma reitoria e funcionários do hospital de clínicas veterinárias. Localizada na Zona Leste de Porto Alegre, entre os Campi do Vale e Agronomia da UFRGS, conta com uma área privilegiada, - um total de onze hectares, - que comporta o Hospital de Clínicas Veterinárias, biblioteca, salas de aula, laboratórios de patologia e anatomia animal, além dos prédios de leitecia, inspeção de leite, cabanha, bacteriologia, helmintologia, entomozooses, embriologia, equinos, suínos, granja ,CPETEC (Centro de Pesquisa,Ensino e Tecnologia de Carnes), CDPA (Centro de diagnóstico e Pesquisa em Patologia Aviária), protozooses e ampla garagem.

Coube à professora Saionara explicar as especificidades do currículo do curso de veterinária da UFRGS, além de mostrar a ampla diversidade de funções que um veterinário poderá encontrar no mercado de trabalho. Muitos dos jovens presentes mostraram-se surpresos com as diferentes áreas de formação as quais os alunos de veterinária são submetidos, não se restringindo à Medicina Veterinária, mas indo desde as Ciências Biológicas e da Saúde até a Inspeção e Tecnologia de Produtos de Origem Animal e, sobretudo, tendo um importante embasamento em Ciências Sociais e Humanas. Entre os estudantes indecisos, o clima foi de esclarecimento, como cita Bruna Malerba, 21 anos, ex-aluna da Escola Técnica Estadual Parobé, de Porto Alegre: ‘’Eu sou de Passo Fundo e vim aqui justamente para esclarecer as minhas dúvidas, pois tinha dúvidas em mais cursos, mas a medicina veterinária era a que eu tinha mais interrogações. É um curso extenso e se você olhar o currículo pensa ’ nossa, mas o que é isso?’, como a parte social da veterinária, que a professora explicou que vamos trabalhar (através dos projetos de extensão), em comunidades carentes, em postos de saúde, explicar nas comunidades sobre os limites com os animais, cuidar de animais de rua... É um complemento que a gente tem para as nossas dúvidas’’.

Foi com um jogo de palavras que os professores encerram a primeira palestra do dia e deram início às visitações dos laboratórios: ‘’Esperamos que vocês sejam muito felizes, nós sempre estaremos de portas abertas’’, sentenciou o professor Dr. Emerson Consentini.

Esta matéria continua. Para lê-la na íntegra, clique aqui

Para conferir as fotos do evento, clique aqui.