Você está aqui: Página Inicial Pós-graduação Mestrado/Doutorado

Mestrado/Doutorado

Conheça os Programas de Pós-Graduação stricto-sensu do Instituto de Psicologia da UFRGS:

Programa de Pós-Graduação em Psicologia

 

O Programa de Pós-Graduação em Psicologia da UFRGS É UM Programa nota 7 (o mais alto conceito que pode ser obtido nas avaliações trienais da CAPES), e tem como objetivos gerais: 1) Formar egressos altamente qualificados para o exercício profissional e acadêmico em nível de excelência; 2) Oferecer uma formação para a carreira científica abrangente, estimulando a transferência das habilidades adquiridas para outras áreas de atuação profissional e pessoal; 3) Estimular o desenvolvimento profissional e acadêmico através da participação em redes de colaboração científica nacionais e internacionais; 4) Promover a produção e a difusão do conhecimento científico e de tecnologias; 5) Oferecer um ambiente acadêmico estimulante e de vanguarda, pautado pela diversidade epistemológica, teórica e metodológica; e 6) Oportunizar a prática em ensino, pesquisa, extensão, orientação e produção científica.


O Programa está constituído por quatro linhas de pesquisa: 1) Desenvolvimento Social e aplicações; 2) Interação Social, Desenvolvimento e Psicopatologia; 3) Medidas em Psicologia e suas aplicações; e 4) Fundamentos e Processos Cognitivos básicos. De uma tradição inicial voltada à Psicologia do Desenvolvimento, ao longo de sua trajetória o Programa expandiu sua abrangência em outras direções, efetivamente aproveitando o potencial de inovação de seus professores pesquisadores. No entanto, tal expansão deve ser compreendida em termos de complementaridade e aprofundamento, e não de fragmentação. O interesse pelo desenvolvimento humano continua representativo, porém articulado com interação social e psicopatologia. A preparação de instrumentos psicológicos para as diversas pesquisas e aplicações fortaleceu-se, constituindo uma contribuição em seu próprio mérito. Recentemente, o Programa tem se voltado à área dos Processos Psicológicos Básicos, como uma maneira de integrar a visão do desenvolvimento psicológico com as bases da neurociência e neuropsicologia. Em todas as linhas, o perfil das pesquisas caracteriza-se pela diversidade epistemológica, teórica e metodológica em psicologia. As linhas são independentes, porém alunos e professores são incentivados a circular entre as mesmas. Grande parte dos professores coordena projetos ou participa de projetos em duas linhas de pesquisa. As linhas de pesquisa e projetos são descritos no site do Programa.

 

 

Programa de Pós-Graduação em Psicologia Social e Institucional

 

O Programa de Pós-Graduação em Psicologia Social e Institucional (PPGPSI) iniciou suas atividades em março de 1998 com o curso de Mestrado em Psicologia Social e Institucional e, até dezembro de 2011, já titulou 216 mestres. O curso de Doutorado na mesma área teve sua aprovação em 2009 e iniciou suas atividades em março de 2010, estando já em curso à terceira turma.

O objetivo geral do PPGPSI é formar docentes e pesquisadores para a investigação dos processos de subjetivação contemporâneos por meio da análise de diferentes práticas, discursos e instituições contribuindo, assim, para a produção de conhecimentos e de estratégias de intervenção no campo da Psicologia Social e Institucional.

A perspectiva acadêmico-científica do Programa valoriza o diálogo interdisciplinar que se explicita na constituição de seu corpo docente, no acolhimento de acadêmicos com diferentes formações, na organização curricular e nas produções decorrentes das pesquisas, dissertações e teses. Busca-se, assim, criar e manter articulações com outros campos de conhecimento, a fim de enriquecer a área da Psicologia Social e Institucional.

O Programa, a partir de 2011 se reestruturou em três Linhas de Pesquisa; Linha de Pesquisa 1: Clínica, Subjetividade e Política. Estuda as estratégias de resistência e criação nos modos de subjetivação, enfatizando as problematizações de espaço-tempo, saber-poder e os processos inconscientes nas relações entre sujeitos e instituições. Linha de Pesquisa 2: Políticas Públicas, Trabalho, Saúde e Produção de Subjetividade. Estuda a produção da subjetividade contemporânea na interface com as políticas públicas privilegiando, a partir de uma perspectiva interdisciplinar e intersetorial, as temáticas do trabalho, saúde, assistência social, educação, relações de gênero, sexualidade e juventude. Linha de Pesquisa 3: Redes Sócio Técnicas, Cognição e Comunicação. Estuda as temáticas relacionadas aos domínios da cognição, da educação, da mídia e da saúde, considerando a concepção de redes sócio técnicas ao enfatizar as relações entre sujeitos, tecnologias e instituições.  O programa conta atualmente com treze professores permanentes e três professores colaboradores no mestrado. O corpo docente do Mestrado e doutorado é composto por 16 professores permanentes e colaboradores.


Programa de Pós-Graduação em Psicanálise: Clínica e Cultura

 

Esse Programa, credenciado pela CAPES em 2014, desenvolve suas atividades no nível do Mestrado Acadêmico e tem como área de concentração a Psicanálise, Clínica e Cultura, sendo denominado Psicanálise: Clínica e Cultura. Está organizado em duas linhas de pesquisa: Psicanálise, Teoria e Dispositivos Clínicos e Psicanálise e Cultura.

 

 

Programa de Pós-graduação em Política Social e Serviço Social

 

Esse Programa, credenciado pela CAPES em 2015, desenvolve suas atividades no nível de Mestrado Acadêmico e tem como área de concentração Política Social e Serviço Social, sendo denominado Programa de Pós-graduação em Política Social e Serviço Social. Está organizado em duas linhas de pesquisa:

Linha 1 - Estado, Sociedade, Políticas Sociais
Linha 2 - Formação, Trabalho e Direitos de Cidadania