Serviço de Psiquiatria da Infância e da Adolescência - HCPA - UFRGS Serviço de Psiquiatria da Infância e da Adolescência
Apresentação e Histórico  
1.Apresentação e Histórico 5.Pessoal
2.Assistência 6.Serviços à comunidade
3.Ensino 7.Agradecimentos
4.Pesquisa 8.Links

 

     Em 2000, a população de crianças e adolescentes no Brasil foi calculada, pelo IBGE, em torno de 68 milhões. De acordo com a Organização Mundial de Saúde, aproximadamente 36 milhões deste total sofrem algum tipo de negligência. Por outro lado, estudos epidemiológicos internacionais demonstram que 10 a 20% da população geral de jovens apresenta sintomas psiquiátricos, necessitando de tratamento. Se considerarmos o índice de negligência em nosso País, concluiremos que o percentual de transtornos psiquiátricos entre os jovens brasileiros deve ser maior. A negligência e o abandono na infância associam-se com maiores taxas de distúrbio de personalidade, violência, delinqüência, dependência química, problemas de aprendizado e depressão.

     As crianças e os adolescentes necessitam uma abordagem terapêutica que contemple as especificidades da doença mental nesta faixa do desenvolvimento. Assim, constata-se a necessidade de treinar profissionais especializados para o diagnóstico e tratamento de crianças e adolescentes com sofrimento mental. Um destes profissionais é o psiquiatra infantil.

     A Psiquiatria Infantil, como disciplina, originou-se na Europa, no início do século XX, e ganhou impulso nos Estados Unidos, principalmente após a Segunda Guerra Mundial. Nestes países, existem, de uma forma bem estabelecida, programas universitários de pós-graduação em Psiquiatria Infantil. No Brasil, a Psiquiatria Infantil desenvolve-se lenta e informalmente há aproximadamente, 40 anos, tanto dentro quanto fora da Universidade.

     O Departamento de Psiquiatria e Medicina Legal da Faculdade de Medicina da UFRGS e o Serviço de Psiquiatria do HCPA (criado em 1983) são responsáveis pelos Programas de Especialização e Residência em Psiquiatria da Infância e da Adolescência, respectivamente. O Departamento de Psiquiatria iniciou o ensino de Psiquiatria Infantil há mais de 20 anos e, desde 1990 desenvolve o "Curso de Extensão em Psicoterapia da Infância e Adolescência”, com 2 anos de duração. Com vistas a oferecer uma formação profissional mais consistente no ano de 1992 deu-se início ao "Curso de Especialização em Psiquiatria da Infância e Adolescência”, um programa especial que foi o piloto de um projeto de Residência em Psiquiatria da Infância e Adolescência.Em 1995, o HCPA instituiu a primeira Residência de Psiquiatria da Infância e da Adolescência, a primeira em nosso Estado e a segunda a ser organizada no Brasil. A Residência tinha duração de 2 anos e 4 vagas. No ano de 2003, por determinação da Comissão Nacional de Residência Médica, a Residência em Psiquiatria da Infância e da Adolescência foi temporariamente, transformada em área de atuação da Psiquiatria Geral, tendo duração de apenas um ano. Essa Resolução continua a ser debatida em nível nacional, sendo consenso dos psiquiatras da infância e adolescência que a residência deve ter duração de 2 anos. A Associação Brasileira de Psiquiatria está levando essa reivindicação à Comissão Nacional de Residência Médica.

     O Curso de Especialização em Psiquiatria de Crianças e Adolescentes, na prática, desenvolve-se juntamente com o Programa de Residência em Psiquiatria da Infância e Adolescência. Trata-se de um programa de orientação biopsicossocial integradora, que estuda o desenvolvimento infantil dentro do contexto em que ocorre: na família, na escola, na comunidade. O enfoque é interdisciplinar, valorizando o aporte dos vários profissionais envolvidos no atendimento integral à criança (pediatras, obstetras, neurologistas, professores, psicólogos, psicopedagogos, assistentes sociais, enfermeiros, fonoaudiólogos, recreacionistas, nutricionistas etc.). O programa está sediado no Serviço de Psiquiatria da Infância e da Adolescência do HCPA que dispõe de Ambulatório de Psiquiatria da Infância e da Adolescência, internação psiquiátrica infanto-juvenil, campo de consultoria na pediatria (CTI, cirurgia, alojamento conjunto, puericultura, etc.) e um Centro de Atenção Psicossocial (CAPS) que têm programas especiais de grupoterapia e oficinas.

     O curso e a residência visam formar profissionais capazes de atender a população infanto-juvenil e seus familiares. Objetivam, também, capacitar os alunos a organizar e desenvolver programas e pesquisa em Saúde Pública. Além disso, enfatizam o desenvolvimento de habilidades didáticas para que os psiquiatras da infância e da adolescência possam funcionar como multiplicadores dos conhecimentos adquiridos.

     A formação dos psiquiatras da infância e da adolescência conta ainda, com a colaboração de colegas ligados ao Centro de Estudos Luís Guedes (CELG), entidade federada à Associação Brasileira de Psiquiatria (ABP), sediada no HCPA.



[Departamento de Psiquiatria e Medicina Legal - FAMED/UFRGS][Faculdade de Medicina da UFRGS]
[Serviços de Psiquiatria][Cursos de Especialização] [Curso de Graduação]
[Cursos de Extensão][Pesquisa] [Centro de Estudos Luis Guedes - CELG] [Secretaria]

Web design by Felipe Picon