Aminoácido tóxico para seres humanos está relacionado a casos de enfarto e isquemia, inclusive em pessoas jovens

Professora do Departamento de Bioquímica estuda os efeitos da homocisteína em excesso no organismo
Foto: Thiago Cruz/UFRGS - Arquivo

Leia também: