Arte funerária vem sendo abandonada e perde espaço para crematórios

Com enfoque nos cemitérios São José I e II, estudo traça a história da arte funerária local e ressalta a importância da preservação dos monumentos
Pesquisadora constatou o abandono e a depredação dos jazigos e propõe a implantação de um memorial da arte cemiterial - Foto: Rochele Zandavalli

Leia também: