Estudo aborda o papel da ONU no avanço dos direitos das mulheres

Pesquisadora trata também do atraso do Brasil em relação a outros países
Campanha da ONU Mulheres
Campanha da ONU Mulheres de 2013

Cada vez mais são pauta as reivindicações das mulheres por direitos que garantam o combate à violência de gênero e a igualdade em representatividade política, no mercado de trabalho e no tratamento social, entre outras questões. O avanço dessas demandas e a influência da ONU neste processo são o tema de pesquisa de Débora do Carmo Vicente para a dissertação de mestrado em Direito “O impacto das Nações Unidas no direito internacional das mulheres e seu reflexo no Brasil

A pesquisadora cita a criação da ONU Mulheres, que se consolidou como um fórum específico sobre o assunto e tornou possível a realização de tratados, comprometendo o Brasil e outros países em alcançar um padrão mínimo de direitos das mulheres. Apesar disso, ressalta que há muito o que avançar: o Brasil é o quinto país que mais mata mulheres. Além disso, dos 193 países da ONU, ocupa apenas a posição 154 em participação feminina na política, ficando atrás de países como Afeganistão e Somália.

Leia também: