Estudo traça perfil de saúde e insegurança alimentar de trabalhadores de unidades de reciclagem no RS

Foi detectada uma taxa de 74% de insegurança alimentar em algum grau, sendo 16,5% de insegurança severa
duas mulheres com jalecos encaminhando outra mulher para atendimento
Equipe realizou exames de saúde com os trabalhadores dos centros de triagem - Foto: divulgação

Leia também: