O livro de artista e os diferentes dispositivos de arte contemporânea são temas de pesquisa

Em entrevista para a Rádio da Universidade, Silveira fala também das dificuldades de guarda das bibliografias de arte em universidades, especialmente no Instituto de Artes da UFRGS
Foto: Manoela Nogueira/UFRGS

Uma pesquisa sobre o livro de artista e o meio acadêmico levou o professor de Artes Visuais e de História da Artes da UFRGS Paulo Silveira a identificar as dificuldades de espaço nas Universidades públicas para a guarda correta dessas publicações. A resolução dessa questão criou o projeto de pesquisa “Repositório auxiliar de publicações artísticas ou especiais”. Com esse projeto, o próprio docente armazena as bibliografias de arte de forma a poder disponibilizá-las aos estudantes em sala de aula.

Nesta edição do Ciência 1080 Silveira fala também de outra linha de pesquisa: “Obras e dispositivos instauradores da arte contemporânea: forma, expressão e contexto”, que aborda as diferentes expressões da arte contemporânea. Por meio dessa pesquisa, pessoas de diferentes partes do mundo se comunicam por meio de uma rede de pesquisadores. Essa troca dinâmica de informações proporciona que o Instituto de Artes esteja inteirado das principais novidades do mundo das artes.

Leia também: