Pesquisa promove a inclusão de crianças com autismo com técnica alternativa de comunicação

A partir da Comunicação Aumentativa e Alternativa, pesquisadora utiliza recursos de baixa e alta tecnologia para ajudar as crianças autistas a se expressarem

Nesta entrevista, Renata Costa de Sá Bonotto fala sobre sua tese “Uso da Comunicação Alternativa no autismo: um estudo sobre a mediação com baixa e alta tecnologia“. A pesquisa foi realizada junto ao Programa de Pós-Graduação em Informática na Educação.

Renata trabalhou com três famílias com filhos com autismo e observou a evolução na comunicação entre a criança e seus familiares a partir do uso da Comunicação Aumentativa e Alternativa. A pesquisadora apresentou e capacitou as famílias, especialmente as mães, a utilizar recursos de baixa e alta tecnologia no sentido de desenvolver a comunicação com as crianças com autismo. Saiba mais neste Ciência 1080.

Leia também: