Pesquisas buscam entender quantas e quem são as vítimas de feminicídios

Estudos abrangem dois vieses: o quantitativo – com levantamento em estados e municípios brasileiros – e o qualitativo, que objetiva identificar os feminicídios ocorridos em Porto Alegre com base em inquéritos policiais
cartaz com a frase "Nos queremos vivas"
Estima-se que os feminicídios – crimes de ódio baseados em gênero – correspondam por 60% a 70% dos homicídios femininos - Foto: Mídia Ninja

Leia também: