Thomas Kesselring discute política e mercantilização do ensino

Professor suíço aborda a relação entre privilégios políticos estruturais e a baixa qualidade da educação básica brasileira
Thomas Kesselring

O Ciência 1080 recebe nesta edição o filósofo e professor suíço Thomas Kesselring, que há alguns anos foi professor residente na UFRGS e hoje visita a universidade para uma série de debates e palestras sobre política, ecologia e mercantilização dos saberes.

No programa, ele expõe suas ideias de identificar em alguns atores do setor brasileiro de educação posições mercadológicas que a seu ver se voltam contra a produção de conhecimento qualificado. Kesselring coloca em paralelo questões como os privilégios políticos estruturais no Brasil e a falta de qualidade na educação básica, o que segundo ele torna mais difícil a execução de um plano de desenvolvimento contundente para o país.

Acompanhe a entrevista na integra no player acima.

Leia também: