Riqueza e composição de filicíneas e licófitas em um hectare de Floresta Ombrófila Mista no Rio Grande do Sul, Brasil

Magali Blume, Rodrigo Fleck, Jairo Lizandro Schmitt

Resumo


Na região sul do Brasil, a Floresta Ombrófila Mista (FOM) abriga grande riqueza de filicíneas e licófitas. Foi realizado um inventário florístico das espécies de filicíneas e licófitas ocorrentes em 1 ha de FOM, no  Parque Natural Municipal da Ronda (PNMR), em São Francisco de Paula (29º26’50.5”S e 50º32´54.2”W; altitude média de 870m), Rio Grande do Sul (RS), enfatizando a forma de vida e de crescimento, bem como o substrato preferencial das plantas.  Foram registradas 42 espécies, pertencentes a 28 gêneros e 15 famílias, sendo 40 delas filicíneas.  A forma de vida hemicriptófita apresentou a maior riqueza específica (20), sendo 12 espécies de crescimento reptante e oito de rosulado. A maioria das espécies foi encontrada em substrato terrícola (23). A riqueza específica registrada em apenas um hectare de floresta representa 12% do total de espécies de filicíneas e licófitas listadas para o RS e demonstra a importância do Parque para a conservação da biodiversidade em fragmentos de FOM.


Palavras-chave


samambaias; Lycophyta; inventário florístico; Floresta com Araucária; Sul do Brasil.

Texto completo:

PDF


Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.