A biologia das arqueias halofílicas e seu potencial biotecnológico

Gigliola Rhayd Boechad Salloto, Leonardo Henriques Pinto, Joyce Lemos Lima, Ricardo Pilz Vieira, Alexander Machado Cardoso, Orlando Bonifacio Martins, Maysa Mandetta Clementino

Resumo


Ambientes hipersalinos encontram-se distribuídos por todas as partes do mundo, onde podem ser observados organismos representantes dos domínios Archaea, Bacteria e Eukarya. Nesta revisão, são abordados os principais tópicos referentes, a taxonomia, filogenia e biotecnologia de arqueias halofílicas, como, por exemplo: a produção de biopolímeros ou enzimas e biodegradação de compostos tóxicos. O grupo de pesquisa vem trabalhando para descrever novas linhagens de arqueias halofílicas assim como determinar a comunidade desses micro-organismos em estudos de metagenômica das logoas de Araruama, um dos maiores complexos naturais hipersalino do mundo, localizado no estado do Rio de Janeiro, Brasil.


Palavras-chave


hipersalino; Archaea; biotecnologia

Texto completo: PDF

Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado sob uma Licença Creative Commons Attribution 3.0 .

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.