Florística e fitossociologia de um campo pastejado na Fazenda Experimental da Ressacada, Florianópolis, Santa Catarina, Brasil

Aline Possamai Della, Fabiano Faga-Pacheco, Wanessa Schmidt, Eduardo Michelena, Gabriela Mafra, Matheus Feldsteon Haddad, Pedro Henrique Mastriani Vieira, Ana Zannin, Rafael Trevisan

Resumo


RESUMO: (Florística e fitossociologia de um campo pastejado na Fazenda Experimental da Ressacada, Florianópolis, Santa Catarina, Brasil). Os Campos Litorâneos compreendem uma vegetação relativamente recente, localizada em áreas de relevo plano com solos hidromórficos, no litoral de SC. Nessa formação, encontram-se predominantemente espécies prostradas, estoloníferas e/ou rizomatosas das famílias Poaceae, Cyperaceae, Asteraceae e Fabaceae. O objetivo desse estudo foi realizar um levantamento florístico e fitossociológico de uma área de Campos Litorâneos pastejados, localizada na Fazenda Experimental da Ressacada em Florianópolis, destacando as espécies frequentes, raras, exóticas, endêmicas e ou ameaçadas. Para a florística empregou-se o método de caminhamento, obtendo-se 91 espécies distribuídas em 23 famílias, sendo Cyperaceae caracteristicamente uma das famílias mais representativas dessa formação. Nenhuma espécie ameaçada de extinção e/ou endêmica foi encontrada, por outro lado, foram verificadas dez espécies exóticas. Na fitossociologia empregou-se o método de superfície, no qual foram estabelecidas 30 parcelas de um m² de forma ao acaso, sendo registradas 76 espécies distribuídas em 23 famílias. A espécie com maior índice de importância foi Ischaemum minus, o que também já tinha sido destacado por estudos anteriores realizados em Campos Litorâneos do Rio Grande do Sul. Na área de estudo as plantas nativas apresentam grande frequência e cobertura do solo, evidenciando que apesar da área ter sofrido alterações por atividades antrópicas (como inclusão de espécies exóticas) ela ainda é dominada por espécies nativas, afirmando a grande capacidade de resiliência dessas plantas.


Palavras-chave


Campos Litorâneos; biodiversidade; inventário; bioma Mata Atlântica; solo hidromórfico

Texto completo:

PDF


Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.