Efeito da disponibilidade hídrica sobre a germinação de sementes de Araucaria angustifolia (Berth.) O. Kuntze

Fabíola Luana Soares, Rogério Antonio Krupek

Resumo


As sementes de Araucaria angustifolia (Berth.) O. Kuntze apresentam elevada importância ecológica e econômica, principalmente na região sul do Brasil, onde ocorrem naturalmente em relativa alta abundância. Vários estudos desenvolvidos versam sobre aspectos referentes ao armazenamento e germinação das sementes desta espécie. Embora saiba-se que as mesmas sejam recalcitrantes e que o teor de água seja importante, estudos referentes à disponibilidade hídrica no ambiente são inexistentes. Neste sentido, o presente estudo avaliou o efeito do potencial hídrico sobre o processo de germinação de sementes de A. angustifolia. Foram testados seis tratamentos com diferentes potenciais hídricos (0, -0,2, -0,4, -0,6, -0,8, -1,0 Mpa). Em cada um foi disposto 50 sementes (25 inteiras e 25 escarificadas) e avaliado a taxa de germinação. Os resultados mostraram que o potencial hídrico influenciou inversamente na taxa de germinação, mesmo que a porcentagem de água dentro das sementes não tenha apresentado variação significativa. Embora a disponibilidade hídrica no ambiente não interfira no processo de absorção de água, parece dificultar a germinação das sementes, provavelmente diminuindo a viabilidade fisiológica das mesmas.


Palavras-chave


pinhão; water potential; Paraná pine.

Texto completo:

PDF


Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.