Ir para o conteúdo. | Ir para a navegação

Seções
Ferramentas Pessoais
Acessar
Você está aqui: Página Inicial Operação do SGA Projetos Gestão de Resíduos Biológicos

Gestão de Resíduos Biológicos


Os resíduos biológicos são aqueles que apresentam produtos biológicos que podem ou não representar risco potencial à saúde pública e ao meio ambiente, devido à presença de micro-organismos que, por suas características de maior virulência ou concentração, podem apresentar risco de infecção (Anvisa, 2005).

Na UFRGS, são gerados resíduos biológicos de grande diversidade, devido às suas atividades de ensino e pesquisa. Eles são considerados perigosos ao ambiente e à saúde e devem ser manejados e destinados de forma diferenciada. Com o objetivo de organizar a segregação e o recolhimento desses resíduos, a Universidade, pela Coordenadoria de Gestão Ambiental, elaborou o Plano de Gerenciamento de Resíduos de Serviços de Saúde. Esse documento, que dita as regras para o manejo de todos os resíduos dessa categoria, incluindo os biológicos, é necessário para a adequação da UFRGS à legislação.

Para fazer a correta segregação dos resíduos dentro do local de trabalho (laboratórios, laboratórios de ensino, ambulatórios), é necessário conhecê-los. Segundo a legislação, existem cinco categorias de resíduos biológicos, além dos perfurocortantes, e cada uma tem uma forma de manejo. A UFRGS tem contrato com uma empresa terceirizada que faz o serviço de coleta, tratamento e disposição finais dos resíduos, mas, para serem recolhidos, eles devem ser segregados e acondicionados corretamente.

As embalagens para o acondicionamento correto dos resíduos biológicos são o saco de lixo branco com símbolo de infectante e a caixa amarela para o descarte de material perfurocortante, ambos disponibilizados pelo almoxarifado da UFRGS.

Na legislação, é possível encontrar informações detalhadas sobre os diferentes grupos de resíduos, bem como a forma correta de descartá-los.

 

CONAMA - Resolução 358/2005

ANVISA – RDC 306/2004

 

Ações do documento