Você está aqui: Página Inicial Dúvidas

Dúvidas

Como é o processo de seleção e ingresso à Universidade Federal do Rio Grande do Sul?

O ingresso à UFRGS é feito por meio do Concurso Vestibular (70% do total de vagas) e por meio do Sisu (30% do total de vagas). Para concorrer ao SiSU, é preciso ter feito o Enem do ano anterior e depois se inscrever no SiSU pelo site sisu.mec.gov.br . Para concorrer às vagas do Concurso Vestibular, é necessário ter realizado inscrição própria para este processo. As informações relativas a Vestibular estão disponíveis em página específica: www.ufrgs.br/vestibular.

Já sou graduado por outra instituição, existe algum tipo de seleção para ingresso de diplomado?

A UFRGS oferece uma forma específica de ingresso para os candidatos que já possuem diploma de curso superior reconhecido pelo Ministério da Educação. Editais e vagas são divulgados na página da Pró-Reitoria de Graduação, na seção Ingresso Extravestibular.

Quais são as formas de ingresso que a UFRGS dispõe para candidatos de nacionalidade estrangeira?

Candidatos de nacionalidade estrangeira também podem participar do processo de seleção a partir do Sisu, utilizando a nota do Enem. Para isso, precisam apresentar Declaração de Equivalência de Estudos, conforme a Resolução nº 155/1980, do Conselho Estadual de Educação/RS.

Outra opção para candidatos da América Latina, Caribe e África é o ingresso via PEC-G (Programa Estudante-Convênio de Graduação). Pelo programa, estudantes estrangeiros dos países conveniados são beneficiados a cada ano com o acesso facilitado e vagas gratuitas em cursos de graduação nas instituições brasileiras. Os interessados em estudar no Brasil devem procurar as embaixadas brasileiras naqueles países para se interarem do processo de seleção de candidatos e da documentação exigida pelo programa. Cada estudante inscrito no PEC-G concorre com os candidatos dos demais países participantes a uma vaga nos cursos de graduação oferecidos pelas instituições brasileiras. Assim, o candidato poderá escolher dois cursos distintos, mas que pertençam à mesma área de conhecimento, bem como duas cidades brasileiras. Para saber mais sobre o programa PEC-G, acesse o site específico do programa.

O candidato foi aprovado no SiSU para ingresso em um dos cursos da UFRGS, mas não reside em Porto Alegre e sim em outro estado da federação. Neste caso, é necessário realizar a matrícula presencial nos dias estipulados pelo calendário do SiSU?

Sim. A matrícula, presencial e obrigatória, deverá ser realizada pelo próprio candidato, ou por terceiro (designado por procuração), no Departamento de Consultoria em Registros Discentes (Decordi/UFRGS).

Existe alguma forma de financiamento ou bolsa Prouni na UFRGS?

A UFRGS é uma instituição pública e, portanto, gratuita. O Programa Universidade para Todos – Prouni, bem como, programas semelhantes ao Financiamento Estudantil – Fies tem como finalidade a concessão de bolsas de estudo integrais e parciais, e, o financiamento de cursos de graduação em instituições privadas de educação superior.

A UFRGS possui sistema de cotas?

Sim. Essa é uma resolução definida em lei. De acordo com a Lei de Cotas, as universidades públicas federais devem assegurar que 50% das vagas da graduação sejam destinados à Política de Ações Afirmativas.

O percentual de vagas reservadas para alunos de escolas públicas é dividido em quatro modalidades. As modalidades distinguem os alunos com renda igual ou inferior a 1,5 salário mínimo e autodeclarados pretos, pardos ou indígenas também de acordo com a renda. Independentemente da modalidade, só poderão se inscrever como cotistas alunos que cursaram todo o Ensino Médio em escola pública.

O que é o Enem?

A finalidade primordial do Exame Nacional do Ensino Médio - Enem é a avaliação do desempenho escolar e acadêmico ao fim do ensino médio. As informações obtidas a partir dos resultados do Enem são utilizadas para acompanhamento da qualidade do ensino médio no País, na implementação de políticas públicas, criação de referência nacional para o aperfeiçoamento dos currículos do ensino médio, desenvolvimento de estudos e indicadores sobre a educação brasileira e estabelecimento de critérios de acesso do participante a programas governamentais.

O Enem serve também para a constituição de parâmetros para a auto-avaliação do participante, com vistas à continuidade de sua formação e à sua inserção no mercado de trabalho. Além disso, o Enem tem sido usado com sucesso como mecanismo de acesso à educação superior, tanto em programas do Ministério da Educação – Sisu e Prouni –, quanto em processos de permanência – Fies. Também tem sido utilizado em processos de governos estaduais e da iniciativa privada.

Como faço para me inscrever para esse exame?

Para obter outras informações sobre o Enem e fazer a sua inscrição no exame, acesse o site http://www.enem.inep.gov.br.

O que é o Sisu?

O Sistema de Seleção Unificada – SiSU é um sistema informatizado, gerenciado pelo Ministério da Educação, por meio do qual as instituições públicas de educação superior participantes selecionam novos estudantes, exclusivamente pela nota obtida no Enem realizado em 2014.

Na UFRGS o processo seletivo do SiSU seleciona candidatos apenas no primeiro semestre do ano, mesmo para cursos com ingresso no primeiro e no segundo semestre do ano.

Como faço para me inscrever neste sistema?

Para obter outras informações sobre o SiSU e acompanhar as últimas notícias sobre as inscrições no processo seletivo de 2015, acesse o portal sisu.mec.gov.br.

A UFRGS considerará pesos diferentes entre as provas do ENEM para a classificação no Sistema?

Os pesos das provas de cada área no Enem variam conforme o curso escolhido e estão detalhados no Termo de Adesão da UFRGS ao SiSU.

Para concorrer aos cursos da UFRGS é necessário obter alguma pontuação mínima nas provas?

Sim. O candidato deverá obter nota mínima de 450 (quatrocentos e cinquenta pontos) em cada uma das provas para se classificar para os cursos da Universidade, e nota mínima de 500 pontos na redação.

Qual o ponto de corte do Sisu para os cursos da UFRGS nos últimos anos?

As informações relativas a 2015 podem ser consultadas aqui.