crianças com colestase / children with cholestasis
Autor: admin@textquim

Definição: COLESTASE:redução ou a interrupção do fluxo biliar.
Fonte: MNAUEL MERCK. http://www.msd-brazil.com/msdbrazil/patients/manual_Merck/mm_sec10_116.html#section_3 em 15/12/08


Contexto em Português: Embora não exista um aspecto patognomônico na análise histológica do material hepático colhido através de biópsia percutânea ou em cunha, a somatória dos achados fornece importantes subsídios para formulação diagnóstica definitiva. Através da avaliação histopatológica de biópsias hepáticas, efetuadas em 78 crianças com colestase, Zerbini procurou identificar parâmetros que pudessem diferenciar a colestase extra-hepática da intra-hepática. Como dados sugestivos de colestase extra-hepática foram descritos: proliferação ductal portal, colestase em ductos neoformados, pronunciada colestase canalicular, trombo biliar em área portal e acentuada fibrose portal e peritubular. A ausência ou discreta proliferação ductal e a não existência de fibrose portal descartariam a possibilidade de colestase extra-hepática (31). É importante frisar que a biópsia hepática efetuada antes da 4ª semana poderá não evidenciar a proliferação ductal e a fibrose, comumente observadas nos casos de atresia de vias biliares. Nessa situação, está recomendada uma segunda biópsia algum tempo depois (32).

Contexto em Inglês: Although there are no pathognomonic aspects in the histological analysis of the hepatic material collected by percutaneous or wedge biopsy, the sum of findings provides an important supplement for the formulation of a definitive diagnosis. By means of a histopathological analysis of liver biopsies performed upon 78 children with cholestasis, Zerbini attempted to identify parameters which could differentiate extrahepatic cholestasis from intrahepatic. The following were described as findings suggestive of extrahepatic cholestasis: portal duct proliferation, cholestasis in newly formed ducts, pronounced canalicular cholestasis, biliary thrombi in the portal area and accentuated portal and peritubal fibrosis. Discrete or absent ductule proliferation and the non-existence of portal fibrosis would rule out the possibility of extrahepatic cholestasis (31). It is important to emphasize that a liver biopsy performed before the fourth week may not demonstrate proliferation of ductules or fibrosis, commonly observed in biliary atresia cases. In such situations a second biopsy some time later is recommended (32).


Expressões Relacionadas em Português

Expressões Relacionadas em Inglês

crianças com RM
crianças com ITU
crianças com sobrepeso
colestase crônica

children with MR
children with UTI
overweight children
chronic cholestasis


Notas: Ofluxo biliar pode ser comprometido em qualquer ponto entre os hepatócitos e o duodeno (a porção superior do intestino delgado). Apesar da bile não estar fluindo, o fígado continua a produzir bilirrubina, que escapa para o interior da corrente sangüínea. A bilirrubina é então depositada na pele e eliminada na urina, causando icterícia. Para propósitos diagnósticos e terapêuticos, as causas de colestase são divididas em dois grupos: as intra-hepáticas (originadas no interior do fígado) e as extra-hepáticas (originadas fora do fígado). As causas intra-hepáticas incluem a hepatite, a hepatopatia alcoólica, a cirrose biliar primária, efeitos de drogas/medicamentos e efeitos de alterações hormonais durante a gravidez (condição conhecida como colestase da gravidez). As causas extra-hepáticas incluem o cálculo no interior de um ducto biliar, a estenose (estreitamento) de um ducto biliar, o câncer de um ducto biliar, o câncer de pâncreas e a inflamação do pâncreas.Fonte: idem à da definição.



Voltar