Ir para o conteúdo Ir para a navegação

Você está aqui: Página Inicial Notícias Assinado credenciamento que institui Unidade SIMob na UFRGS

Assinado credenciamento que institui Unidade SIMob na UFRGS

Universidade foi contemplada, em chamada pública, com uma segunda unidade Embrapii. O objetivo da SIMob é desenvolver tecnologias que impactem positivamente na produção de sistemas de mobilidade
03/12/2021 17:31

O reitor da UFRGS Carlos André Bulhões Mendes e o diretor-presidente da Empresa Brasileira de Pesquisa e Inovação Industrial (Embrapii) Jorge Almeida Guimarães assinaram na tarde desta sexta-feira, 3 de dezembro, o credenciamento da SIMob/UFRGS. Trata-se da Unidade SIMob (Sistemas Inteligentes de Mobilidade UFRGS) contemplada como unidade de inovação Embrapii.

O anúncio dos oito novos grupos de universidades federais selecionados na última chamada pública da Embrapii, em conjunto com o Ministério da Educação (MEC), foi feito em julho deste ano e inclui grupo da UFRGS coordenado pelo professor Marcelo Lubaszewski.

O objetivo da Unidade SIMob é desenvolver tecnologias que impactem positivamente a produção de sistemas de mobilidade, buscando a otimização do ciclo produtivo baseada em inteligência e em automação industrial. Com o credenciamento da Unidade SIMob, a Universidade passa a ter duas unidades Embrapii, ambas na Escola de Engenharia: a primeira é o Laboratório de Metalurgia Física (Lamef).

O professor Lubaszewski explica que a Unidade pretende contratar 17 projetos com recursos de R$ 4,5 milhões e vai atender, prioritariamente, empresas montadoras, sistemistas e fornecedores de primeiro nível da cadeia produtiva dos segmentos automotivos que possuam necessidades de desenvolver seus sistemas de produção a partir dos conceitos da Indústria 4.0, visando obter fábricas inteligentes. O coordenador salienta que um dos diferenciais da Unidade, por estar vinculada ao Programa Rota 2030, é a possibilidade de receber aporte de até 50% de recursos financeiros para projetos que envolvam mais de uma empresa e que estimulem a relação da indústria com startups.

Para o diretor-presidente da Embrapii e professor aposentado da UFRGS, Jorge Almeida Guimarães, a Universidade tem potencial para conquistar novas unidades. “Estamos prevendo, para ainda este ano, o lançamento de mais um edital de chamada pública. Temos convicção de que UFRGS tem potencial para novas unidades nas áreas de química, saúde, computação, alimentos e áreas tecnológicas”, diz.

A Unidade SIMob será constituída no Centro de Tecnologia da UFRGS e contará com capacidades específicas em diferentes processos de fabricação e no desenvolvimento de materiais para a indústria automotiva, reunindo a infraestrutura de vários laboratórios da Universidade: Laboratório de Siderurgia (Lasid); Laboratório de Fundição (Lafun), Laboratório de Transformação Mecânica (LdTM); Laboratório de Soldagem e Técnicas Conexas (LS&TC); e Laboratório de Robótica e Sistemas Embarcados (LaRoSE). À infraestrutura disponível nos laboratórios soma-se a experiência do grupo de pesquisadores em outras iniciativas de interação acadêmica com empresas e em projetos de PD&I. O coordenador da Unidade salienta que o grupo de pesquisadores é multidisciplinar, composto por engenheiros mecânicos, metalúrgicos, elétricos, engenheiros de produção e de materiais, com habilidades organizacionais, criatividade e dinamismo, além de experiência internacional. A equipe inicial reúne 60 pessoas, entre docentes, técnicos administrativos e bolsistas.

Laboratório de Robótica e Sistemas Embarcados é um dos integrantes da Unidade SIMob. Foto: Divulgação.

Participaram da solenidade ainda: a secretária de Desenvolvimento Tecnológico, Elisabeth Cirne Lima; a diretora da Escola de Engenharia, Carla ten Caten; o vice-diretor da Escola de Engenharia, Afonso Reguly; o diretor da Unidade Embrapii na UFRGS - SIMob, Marcelo Lubaszewski; o vice-diretor da SIMob, Alexandre Rocha; e a diretora do Parque Zenit/UFRGS, Roberta Bussamara.

 

MAIS

A Empresa Brasileira de Pesquisa e Inovação Industrial (Embrapii) é uma organização social criada em 2013 para o fortalecimento de pesquisa, desenvolvimento e inovação (PD&I) voltados para setores industriais por meio de cooperação com instituições de pesquisa tecnológica.

As novas unidades Embrapii credenciadas terão disponíveis R$ 15 milhões não reembolsáveis para investir em projetos de inovação realizados em parceria com a indústria, sendo R$ 10 milhões provenientes do MEC e R$ 5 milhões do Programa Rota 2030, eixo em que a UFRGS foi contemplada. O Rota 2030 é uma política industrial para o setor automotivo, que tem a Embrapii como coordenadora do Programa Prioritário P&D para Mobilidade e Logística.

Confira o vídeo produzido pela Escola de Engenharia sobre a Unidade SIMob.

 

Notícia relacionada

UFRGS é contemplada em chamada pública da Embrapii

Universidade Federal do Rio Grande do Sul

Av. Paulo Gama, 110 - Bairro Farroupilha - Porto Alegre - Rio Grande do Sul
CEP: 90040-060 - Fone: +55 51 33086000