Ir para o conteúdo Ir para a navegação

Você está aqui: Página Inicial Notícias Consun divulga nota em defesa da universidade, da democracia e dos direitos humanos

Consun divulga nota em defesa da universidade, da democracia e dos direitos humanos

Documento foi aprovado em reunião nesta quinta-feira
11/10/2018 17:18

O Conselho Universitário da UFRGS (Consun) aprovou, em reunião nesta quinta-feira (11), uma nota em defesa da universidade pública, gratuita, autônoma, laica, pluralista, de qualidade, socialmente referenciada, de gestão democrática, centrada nos órgãos deliberativos e conectada às demandas da sociedade. No documento, o órgão máximo da UFRGS também se posiciona contra o autoritarismo e a violência política na vida cotidiana; pelo respeito aos direitos dos trabalhadores; pela revogação da Emenda Constitucional 95; pela preservação da cultura e suas instituições; pelo direito à diferença; pelo reconhecimento dos direitos das mulheres, da livre orientação sexual e de gênero, dos negros, quilombolas e indígenas; e pela defesa dos direitos humanos, da liberdade acadêmica e da democracia.

Leia abaixo o texto completo:

 

Nota do Conselho Universitário da UFRGS

Neste momento de disputa eleitoral, o Conselho Universitário da UFRGS, reunido na Sala dos Conselhos em 11 de outubro de 2018, vem a público manifestar a defesa incondicional da  universidade pública, gratuita, autônoma, laica, pluralista, de qualidade, socialmente referenciada, de gestão democrática, centrada nos órgãos deliberativos e conectada às demandas da sociedade.

Entendemos que o fortalecimento da universidade pública, pilar do desenvolvimento científico e tecnológico nacional, é o caminho para a construção de um país justo, includente e democrático. Esta defesa se faz necessária nesse momento de garantia do exercício do estado democrático de direito, duramente conquistado e reafirmado na Constituição Cidadã de 1988.

Por todas essas razões, o CONSUN se posiciona:

 

  • Contra o autoritarismo e a violência política na vida cotidiana;
  • Pelo respeito aos direitos das classes trabalhadoras;
  • Pela imediata revogação da Emenda Constitucional 95 (a emenda do teto);
  • Pela preservação da cultura e suas instituições;
  • Pelo direito à diferença;
  • Pelo reconhecimento dos direitos das mulheres, da livre orientação sexual e de gênero, dos negros, quilombolas e indígenas;
  • Pela defesa dos direitos humanos, a liberdade acadêmica e da DEMOCRACIA.

 

 

    Porto Alegre, 11 de outubro de 2018.

     

    RUI VICENTE OPPERMANN,

    Presidente do Conselho Universitário.

    Universidade Federal do Rio Grande do Sul

    Av. Paulo Gama, 110 - Bairro Farroupilha - Porto Alegre - Rio Grande do Sul
    CEP: 90040-060 - Fone: +55 51 33086000