Ir para o conteúdo Ir para a navegação

Você está aqui: Página Inicial Notícias Música é memória: pesquisa resgata a produção musical de Tasso Bangel e do Conjunto Farroupilha

Música é memória: pesquisa resgata a produção musical de Tasso Bangel e do Conjunto Farroupilha

Mais de 600 fotografias, entrevistas, discografias, partituras, vídeos, áudios, recortes de jornais e artigos científicos compõem a pesquisa. Os dados são abertos para consulta online ou física no arquivo do Instituto de Artes
17/09/2020 10:55

A música nos toca.

Ao ouvir a primeira música do Conjunto Farroupilha, veio-me à memória todas as sensações, os cheiros e os gostos dos domingos de manhã no sítio dos meus avós. Um dia ensolarado, um banho de rio, um passeio pelos ‘carreiros’ feitos pelos bois com os meus primos. Tantas risadas e alegrias ressurgidas de uma musicalidade registrada na infância. Era do rádio a pilha que vinham as músicas tradicionalistas gaúchas que ouvíamos no sul de Santa Catarina. Anos depois, hoje moradora da capital do Rio Grande do Sul, eu me deparo com as riquezas que a pesquisa coordenada pela professora Luciana Prass, do Grupo de Estudos Musicais (GEM/UFRGS), vem descobrindo, desde 2013, sobre a trajetória do Maestro Tasso Bangel, membro fundador do Conjunto Farroupilha.

O resgate à memória dos trabalhos realizados pelo maestro Tasso Bangel é o principal objeto de pesquisa do grupo. Mais de 600 fotografias, inúmeras horas de entrevistas, discografia completa, partituras, vídeos, áudios, recortes de jornais e artigos científicos compõem o site dedicado ao estudo. “A música e o ser humano têm uma relação ancestral, nos conectando para além das nossas famílias. A canção tem uma carga afetiva, nos permitindo rememorar vivências de anos atrás, de uma outra época, relembrar marcos da nossa vida. Música é memória”, diz Luciana.

Música “Por Causa de Você, Menina” por Conjunto Farroupilha. Lançado: 1963. Faixa 1. Gênero: Regionalista.

Desenvolvida pelo GEM/UFRGS, criado nos anos 1990 pela professora Maria Elizabeth Lucas, a pesquisa sobre Tasso Bangel iniciou em 2013 quando o próprio maestro, compositor e arranjador foi ao encontro da professora com os documentos que hoje estão sob a guarda da UFRGS no Arquivo do Instituto de Artes. “O grupo de pesquisa surgiu sem imaginarmos. Um dia, o maestro Tasso chegou no Instituto de Artes da UFRGS com uma mala. Nela havia fotos, materiais, e ele me falou: ‘Professora Luciana, me disseram que talvez a senhora se interesse. Sou Tasso Bangel, do Conjunto Farroupilha, e sei que a senhora trabalha com música popular. Queria ver se você quer isso, e eu gostaria de ajudar aqui. Eu trabalho com arranjos’. O fato é que eu não o conhecia”, conta Luciana.

Os olhos treinados da professora correram pelas partituras da mala que o maestro trouxera, e, naquela hora, ela constatou que aquela pessoa detinha muito conhecimento. “Nós começamos a conversar, e eu fui entendendo quem ele é, uma pessoa muito especial. Então cadastrei o projeto de pesquisa, fiz várias entrevistas com ele e comecei a entender o conhecimento musical dele”, diz a pesquisadora.

O campo de estudo aplicado ao projeto com o maestro Tasso Bangel é a etnomusicologia, que tem o propósito de estudar a música a partir dos aspectos culturais e sociais das pessoas que a vivem. Essa área científica começou a ser explorada na UFRGS nos anos 1990 pela professora Maria Elizabeth Lucas, após retornar do doutorado realizado no Texas, tendo como orientador o professor e pesquisador Gerard Béhague (1937-2005). “Hoje a etnomusicologia está preocupada em devolver para as comunidades o conhecimento musical, compartilhar a autoria dos projetos desenvolvidos com pessoas e grupos sociais. Por isso, o maestro Tasso integra essa pesquisa, permitindo-nos conviver com ele enquanto é estudado. Nesse processo de interação, temos a possibilidade de refletir sobre a musicalidade, os saberes e a diversidade que é a música, além de conhecer as razões para ele fazer aquela música”, explica Luciana.

Ao trabalhar com etnomusicologia, a UFRGS vem construindo um espaço que transpassa a música erudita, permitindo que o universo acadêmico conheça mais sobre outros tipos musicais. Neste caso, o projeto de pesquisa está reunindo informações profundas sobre a atuação do maestro Tasso na música rio-grandense, brasileira e internacional, ele que formou e integrou inúmeros grupos ao longo de mais de 70 anos de atuação profissional, como o Conjunto Farroupilha, o grupo Tom da Terra e a Camerata Pampeana. Tudo está sendo gradualmente disponibilizado no site do projeto “Tasso Bangel e o eterno aprender”.

 

Discografia completa em https://www.ufrgs.br/tassobangel/discografia/.

Confira a reportagem completa Música é memória: pesquisa resgata a produção musical de Tasso Bangel e do Conjunto Farroupilha.

 

Essa e outras matéria sobre a produção científica da Universidade estão disponíveis no site UFRGS Ciência.

Universidade Federal do Rio Grande do Sul

Av. Paulo Gama, 110 - Bairro Farroupilha - Porto Alegre - Rio Grande do Sul
CEP: 90040-060 - Fone: +55 51 33086000