Ir para o conteúdo Ir para a navegação

Você está aqui: Página Inicial Notícias Ospa interpreta obras do Século XX em concerto da Série UFRGS

Ospa interpreta obras do Século XX em concerto da Série UFRGS

Orquestra se apresenta no Salão de Atos na noite de 26 de abril. Comunidade universitária pode retirar ingressos gratuitos a partir do dia 22
15/04/2016 15:36

O maestro japonês Kiyotaka Teraoka, conhecido do público porto-alegrense pelos concertos regidos na cidade, volta a conduzir a Orquestra Sinfônica de Porto Alegre no dia 26 de abril, terça-feira, às 20h30min, no Salão de Atos. No segundo concerto da Série UFRGS 2016 da Ospa, o titular da Orquestra Sinfônica de Osaka dirige a interpretação de obras de Toru Takemitsu e Yuzo Toyama, compositores de seu país, além de peças do francês Jean Francaix e do alemão Richard Strauss. O solista da noite é o goiano Samuel Oliveira, clarinetista da Ospa que já integrou a Jeunesses Musicales World Orchestra.

A noite inicia com Funeral Music, de Takemitsu (1930-1996), um trecho da trilha sonora que ele compôs para Black Rain, longa-metragem de 1989 do diretor Shohei Imamura que aborda temas relacionados ao bombardeio atômico em Hiroshima. Na sequência, o solista Samuel Oliveira sobe ao palco para a execução do Concerto para Clarinete de Francaix (1912-1997). Elaborada entre 1967 e 68, a obra foi descrita pelo próprio compositor como uma “exibição de acrobacias para os ouvidos”. Samuel é clarinetista da Ospa há dez anos e já se apresentou em palcos como o da Sala da Berlin Philarmonie, Essen Philarmonie e Palau de la Musica de Valencia.

Don Juan, de Strauss (1864-1949), um dos expoentes do pós-romantismo alemão, dá continuidade ao programa. Datada de 1888, época em que o compositor tinha apenas 24 anos, a peça é uma releitura musical da lenda espanhola de Don Juan. Para encerrar o concerto, mais uma composição japonesa ganha relevo no repertório: Rhapsody for Orchestra, de Toyama (1931-). Inspirado principalmente pelas melodias e elementos próprios da cultura do Japão, Toyama criou a obra em 1960 reunindo diversas canções populares de seu país, cada uma entoada de forma a ressaltar um instrumento diferente.

O maestro Kiyotaka Teraoka, regente que esteve em Porto Alegre pela última vez em 2014 para reger a Ospa, foi premiado no Concurso Internacional Prokofiev em São Petersburgo, e no Concurso Internacional de Regência Orquestral Antonio Pedrotti em Trento.

Estudantes, servidores técnico-administrativos e docentes podem retirar ingressos no hall do Salão de Atos a partir de sexta-feira, dia 22. A cota é limitada, com distribuição feita por ordem de chegada. Cada pessoa pode retirar 2 ingressos mediante apresentação do cartão UFRGS.

Universidade Federal do Rio Grande do Sul

Av. Paulo Gama, 110 - Bairro Farroupilha - Porto Alegre - Rio Grande do Sul
CEP: 90040-060 - Fone: +55 51 33086000