Ir para o conteúdo Ir para a navegação

Você está aqui: Página Inicial Notícias Participantes do Programa Convivências são recebidos na Reitoria

Participantes do Programa Convivências são recebidos na Reitoria

Em janeiro, servidores e estudantes estiveram no Território Indígena da Serrinha, em Ronda Alta
09/03/2020 11:58

O reitor Rui Oppermann e a vice-reitora Jane Tutikian receberam nesta segunda-feira, 9, participantes da última edição do Programa Convivências, promovido pela Pró-Reitoria de Extensão. Entre os dias 6 e 11 de janeiro, servidores técnico-administrativos e docentes e estudantes de graduação estiveram no Território Indígena da Serrinha, em Ronda Alta (RS), no Norte do Estado.

Um dos objetivos do último Convivências foi a formação de monitores para estudantes indígenas e de mediadores culturais que atuem em serviços de saúde, para que os indígenas possam ser adequadamente acolhidos nesses locais.  O professor proponente dessa edição, Odalci Pustai (vinculado à Faculdade de Medicina), destacou que um dos pontos altos da atividade foi uma oficina de cerâmica com a liderança kaingang Iracema, uma das últimas pessoas a conhecer a queima tradicional de cerâmica dessa etnia. Dessa forma, ressalta o docente, um saber tradicional que estava se perdendo foi repassado às novas gerações.

Servidores e alunos que participaram do programa relataram a sua experiência. Para a servidora do Departamento de Educação e Desenvolvimento Social Patrícia Xavier, o Convivências é um programa muito rico, ao propor que a comunidade da UFRGS faça esses deslocamentos até as comunidades e participe dessa troca de saberes. A conexão com a natureza e com os laços familiares foi o aprendizado da aluna do curso de Jornalismo Gabrielle de Luna. Além de Gabrielle, participaram estudantes dos cursos de Medicina, Nutrição, Enfermagem, Serviço Social, Ciências Sociais, História e Artes Visuais.

O reitor Rui Oppermann destacou que a relação multicultural com os povos originários é um dos grandes desafios da Universidade e que a extensão é o meio para construir essa interação. Oppermann também afirmou que a curricularização da extensão permitirá que toda a comunidade acadêmica se envolva com atividades extensionistas, o que é imprescindível para a Universidade. “A Universidade se legitima na identificação com a sua comunidade”, concluiu. Ao final do encontro, os participantes entregaram ao reitor uma tapeçaria indígena, que foi presente das lideranças da comunidade da Serrinha.

Sobre o Convivências – O programa Convivências visa ao desenvolvimento de ações educativas, culturais e científicas, que articulem ensino, extensão e pesquisa em comunidades rurais ou urbanas, oportunizando o compartilhamento de saberes e permitindo a formação dos estudantes e dos moradores das comunidades envolvidas. Assim, o programa possibilita que todos participem da construção e das transformações tanto da Universidade como da sociedade.

Universidade Federal do Rio Grande do Sul

Av. Paulo Gama, 110 - Bairro Farroupilha - Porto Alegre - Rio Grande do Sul
CEP: 90040-060 - Fone: +55 51 33086000