Ir para o conteúdo Ir para a navegação

Você está aqui: Página Inicial Notícias Pesquisa desenvolve substância mais segura e eficiente para conservação de obras de arte em bronze

Pesquisa desenvolve substância mais segura e eficiente para conservação de obras de arte em bronze

Estudo realizado no Instituto de Química é tema do Ciência 1080 na Rádio da Universidade
22/06/2022 15:56

Muitas esculturas, presentes em museus ou expostas em ambientes abertos, são feitas de bronze. Na sua pesquisa, o professor do Instituto de Química da UFRGS Henri Schrekker busca desenvolver uma substância para auxiliar na conservação de obras de arte com esta liga metálica.

As obras em bronze sofrem processos corrosivos devido a fatores como as intempéries e o passar dos anos. Por isso, o objetivo é desenvolver uma nova classe de derivados do benzotriazol, que já é utilizado na conservação de peças de cobre, um dos mentais que compõem o bronze. A nova substância teria vantagem de não ser tóxica para as pessoas ou para o meio ambiente.

Ouça no Ciência 1080, espaço do Jornal da UFRGS que aborda as pesquisas realizadas na Universidade e suas contribuições para a sociedade. O programa é produzido pelo Departamento de Jornalismo da Rádio da Universidade, em parceria com a Assessoria de Imprensa da UFRGS. Edição e entrevista de Mariane Quadros. Esta e outras edições estão disponíveis no site da Rádio da Universidade, no Lúmina Podcasts e nas principais plataformas de áudio.

 

Universidade Federal do Rio Grande do Sul

Av. Paulo Gama, 110 - Bairro Farroupilha - Porto Alegre - Rio Grande do Sul
CEP: 90040-060 - Fone: +55 51 33086000