Ir para o conteúdo Ir para a navegação

Você está aqui: Página Inicial Notícias Professores da Faculdade de Agronomia recebem prêmio O Futuro da Terra

Professores da Faculdade de Agronomia recebem prêmio O Futuro da Terra

Ibanor Anghinoni, Luiza Redaelli e Renar Bender foram reconhecidos pelas pesquisas que desenvolvem na Universidade. Jefferson Simões, do Instituto de Geociências, foi agraciado com o Troféu Guri
27/08/2019 09:56

Galeria de imagens

Os professores da Faculdade de Agronomia Luíza Redaelli e Renar Bender e o docente aposentado Ibanor Anghinoni receberam nesta segunda-feira, 26, o Prêmio O Futuro da Terra. A distinção é concedida anualmente pela Fapergs e Jornal do Comércio a pesquisadores que contribuem para aperfeiçoar o desenvolvimento e o desempenho do agronegócio gaúcho.

Professora titular da área de entomologia, Luíza Redaelli foi premiada na categoria Preservação Ambiental. A docente atua no Laboratório de Biologia, Ecologia e Controle Biológico de Insetos, desenvolvendo pesquisas na área de estudo e desenvolvimento de inimigos naturais das pragas de diversas culturas. O foco do trabalho da professora é o controle biológico, de modo a evitar (ou usar de maneira seletiva) os controles químicos, com menos aplicações de pesticidas.

Já o professor Renar Bender, vinculado ao departamento de Horticultura e Silvicultura, recebeu a distinção na categoria Inovação e Tecnologia Rural, que destaca novos sistemas, técnicas ou equipamentos que contribuem para a melhoria da produtividade rural. No Laboratório de Pós-Colheita, o docente lidera um grupo de trabalho que foca na pesquisa e formação de recursos humanos em tecnologias de tratamento e conservação pós-colheita de produtos hortícolas, como hortaliças, frutas e flores. Dessa forma, o projeto contribui para a busca da diminuição das perdas de alimentos.

O terceiro docente da UFRGS premiado é Ibanor Anghinoni, professor titular aposentado do Departamento de Solos e  Docente Convidado do PPG Ciência do Solo. Anghinoni foi reconhecido na categoria Prêmio Especial, concedido pelo conjunto da obra a pesquisador destacado e com reconhecidos méritos por sua contribuição para o avanço do conhecimento em alguma área do agronegócio. Além de sua atuação na formação de recursos humanos, os trabalhos realizados pelo professor Ibanor e seu grupo de pesquisa no tema da fertilidade do solo têm impacto no aumento da produtividade das culturas e da eficiência técnica, econômica e ambiental de sistemas integrados de produção agropecuária.

Egresso do PPG Ciência do Solo também teve o trabalho reconhecido - Outro premiado é o doutor em PPG Ciência do Solo pela UFRGS Jackson Brilhante, na categoria Inovação e Tecnologia Rural. Jackson é pesquisador da Secretaria da Agricultura, Pecuária e Desenvolvimento Rural do Estado e trabalha na prospecção e uso de rizóbios, bactérias fixadoras de nitrogênio em leguminosas, na cultura da acácia-negra, importante espécie florestal que tem o RS como maior produtor nacional.

A distinção O Futuro da Terra é concedida anualmente na Expointer. Ao total, são oito premiados, selecionados por um colegiado especial, composto por membros do Comitê de Assessoramento Científico e Tecnológico da Área de Ciências Agrárias da FAPERGS.

Troféu Guri

Também na noite desta segunda-feira, na Expointer, houve a cerimônia de entrega do prêmio Troféu Guri, concedido pela RBS a personalidades que tiveram destaque em suas atividades profissionais e promoveram o nome do Rio Grande do Sul no país e no mundo. O professor Jefferson Simões, do Instituto de Geociências da UFRGS, pioneiro das pesquisas brasileiras na Antártica, foi um dos agraciados.

Universidade Federal do Rio Grande do Sul

Av. Paulo Gama, 110 - Bairro Farroupilha - Porto Alegre - Rio Grande do Sul
CEP: 90040-060 - Fone: +55 51 33086000