Ir para o conteúdo Ir para a navegação

Você está aqui: Página Inicial Notícias Relinter orienta estudantes estrangeiros

Relinter orienta estudantes estrangeiros

27/03/2020 16:31

Preocupada em fornecer suporte online aos intercambistas isolados por conta da pandemia do coronavírus, a equipe da Secretaria de Relações Internacionais (Relinter), encarregada do atendimento aos alunos estrangeiros que vieram estudar na UFRGS, tem realizado reuniões virtuais.

Na manhã de quinta-feira, 26, ocorreu um encontro específico dirigido aos alunos colombianos, franceses e mexicanos. A Colômbia, com 12 alunos, a França, com oito, e o México, com sete, são os três países com maior quantidade de intercambistas. A Argentina, com seis estudantes, também se destaca pelo número de alunos em mobilidade internacional na UFRGS. Desse contingente, sete alunos estão hospedados na Casa do Estudante, enquanto os demais dividem quartos e apartamentos particulares. O atendimento online foi realizado em português, em espanhol e em francês pelos servidores Anelise Lutt, Jaciara Lara de Mello e Fabiano Aguiar, com a colaboração do secretário da Relinter, Nicolas Bruno Maillard, e da vice-secretária, Emilse Martini.

Conforme Maillard, existem atualmente 48 estudantes de graduação que tinham previsto  passar um ou dois semestres na UFRGS. “Por serem alunos que não cursam toda uma graduação, eles têm problemáticas específicas: o atraso do semestre complica, pois há uma data marcada para ir embora. O ‘contrato de estudos’ com a universidade que os enviou prevê que eles obtenham créditos na UFRGS até agosto”, frisou o dirigente. Por estarem há menos tempo em Porto Alegre – a maioria chegou há poucas semanas para o início do semestre – esses alunos também têm maior dificuldade em entender o que está acontecendo e, consequentemente, em tomar a decisão de ficar na capital ou de voltar a seus países de origem.

O trabalho desenvolvido pela Relinter tem procurado fornecer orientações, em articulação direta com os consulados dos países de onde esses jovens vêm e com suas universidades, a fim de explicar o funcionamento da UFRGS neste semestre e possibilitar os ajustes de matrícula que forem necessários. Havendo necessidade, discute-se também a respeito dos procedimentos para o regresso a seu país e das possibilidades de viagens internacionais.

Maillard salienta que até agora as preocupações manifestadas pelos alunos não são tanto de bem-estar. “Todos estão bem de saúde. A principal dúvida é não saber até quando irá o semestre e se eles poderão cursar algumas disciplinas até agosto, sendo que elas terão de ser revalidadas por créditos ao voltar as suas universidades. Por isso, a questão da disponibilização de disciplinas por EAD é duplamente crítica: porque podem estudar desde seu quarto de estudante em Porto Alegre, mas também porque, caso precisem voltar ao seu país, eles poderão ainda se beneficiar do ensino da UFRGS”, esclarece.

Uma preocupação extra é quanto às condições de retorno. “Os argentinos, por exemplo, souberam anteontem que a presidência suspendeu a volta à Argentina dos cidadãos que estão no exterior. Isso gera muita angústia nesses jovens, que não sabem exatamente o que vai acontecer em Porto Alegre e na UFRGS, mas também estão sem notícias claras em relação à situação em seu país e às condições para voltar”, lamentou. Os estudantes franceses presentes no Brasil também estão sendo orientados pelo Consulado da França, em São Paulo, a retornarem a sua terra natal o quanto antes.

O secretário concluiu destacando que a equipe da Relinter está à disposição para ajudar também os membros da comunidade da UFRGS que se encontrem no exterior, bem como nossos visitantes estrangeiros. O contato pode ser feito pelo e-mail relinter@relinter.ufrgs.br.

Universidade Federal do Rio Grande do Sul

Av. Paulo Gama, 110 - Bairro Farroupilha - Porto Alegre - Rio Grande do Sul
CEP: 90040-060 - Fone: +55 51 33086000