Ir para o conteúdo Ir para a navegação

Você está aqui: Página Inicial Notícias Setembro Amarelo na UFRGS alerta para a importância da prevenção do suicídio

Setembro Amarelo na UFRGS alerta para a importância da prevenção do suicídio

Ao longo do mês, atividades promovem conscientização sobre o tema
02/09/2019 08:26

Conscientizar sobre a prevenção do suicídio é o objetivo do Setembro Amarelo, campanha promovida desde 2015 pelo Centro de Valorização da Vida (CVV), pelo Conselho Federal de Medicina e pela Associação Brasileira de Psiquiatria. O movimento tem como ápice o dia 10 de setembro, Dia Mundial de Prevenção do Suicídio. A UFRGS adere à campanha, e diversos eventos – voltados a alunos e servidores – estão programados para ocorrer durante o mês, a fim de apresentar as iniciativas em saúde mental que existem na Universidade e sensibilizar a comunidade universitária sobre a prevenção do suicídio.

Programação do Setembro Amarelo na UFRGS

A primeira capacitação ocorre no dia 18 de setembro, com o título “Programa Viva Mais: Conversando sobre Saúde Mental - Ansiedade, Depressão e Primeiros Socorros”. A atividade é voltada a servidores, principalmente àqueles que trabalham diretamente com alunos, e tem como objetivos discutir as repercussões da ansiedade e da depressão no trabalho e instruir os participantes quanto aos Primeiros Socorros Psicológicos. A capacitação será realizada das 13h30 às 17h30 na sala 404 do Instituto de Psicologia, no Campus Saúde. As inscrições podem ser feitas até 11 de setembro no Portal do Servidor.

No dia 14 de setembro, o Pega Leve, projeto de extensão vinculado à Faculdade de Medicina, promove um treinamento gratuito para alunos que desejem se tornar monitores, isto é, pessoas de referência em sua comunidade para a identificação de sinais de risco para psicopatologias comuns. No treinamento, serão abordados sinais de alerta, locais de encaminhamento, formas de abordagem e medidas de gerenciamento de estresse. A oficina ocorre das 9h às 11h30 e das 13h às 19h no Centro de Estudos Luís Guedes (2º andar do Hospital de Clínicas de Porto Alegre - Rua Ramiro Barcelos, 2350). As inscrições são abertas a estudantes universitários de qualquer curso de graduação e devem ser feitas pelo link http://bit.ly/pegaleve3. Os inscritos devem confirmar a inscrição, por meio do e-mail informado, para que ela seja validada.

No dia 27 de setembro, é a vez da atividade “Setembro Amarelo: Prevenção do Suicídio na Comunidade Universitária”. Serão apresentadas as ações do Pega Leve e do GT de Saúde Mental do Discente da UFRGS.  Além de disponibilizar informações a respeito de como prevenir o suicídio, o objetivo é possibilitar uma discussão sobre saúde mental no ambiente universitário. A atividade ocorre das 9h às 12h na Sala II do Salão de Atos (Av. Paulo Gama, 110 – Campus Centro). Servidores podem se inscrever pelo Portal do Servidor; alunos, pelo link https://forms.gle/ACnj6bPSmrFeQvvC7.

A temática também segue sendo abordada após o mês de setembro, com a capacitação “Por Dentro da UFRGS – Cuidados em Saúde Mental: Fatores de Risco e Proteção”. A atividade ocorre no dia 4 de outubro, das 9h às 12h, na sala 102 da Faculdade de Educação, no Campus Centro. Os objetivos são abordar os determinantes em saúde mental e orientar os participantes sobre o encaminhamento de situações identificadas nas unidades acadêmicas, como casos de alunos com ideações suicidas, com depressão ou com comportamento agressivo. Inscrições pelo Portal do Servidor.

Além disso, os prédios da Universidade serão iluminados durante todo o mês com a cor amarela. A Reitoria, o Museu da UFRGS, o Centro Cultural, as faculdades de Arquitetura e de Direito e o Planetário receberão a iluminação especial a partir da noite desta segunda-feira, 3. Dessa forma, a UFRGS se soma a outras entidades na prevenção do suicídio. Neste ano, outros locais importantes da Capital receberão a iluminação amarela, como o Theatro São Pedro e a entrada do campus da PUCRS.

Campanha nas redes sociais e nos campi com o mote #tamojuntoUFRGS

Para aumentar a visibilidade do assunto e colocar a questão em pauta, a Secretaria de Comunicação Social da UFRGS e o GT de Saúde Mental do Discente promovem ao longo do mês a campanha #tamojuntoUFRGS nas redes sociais e nos campi da Universidade. Serão veiculados cards (nas redes sociais) e cartazes (nos campi) com informações sobre prevenção do suicídio, divididas em quatro grandes eixos: conversar, buscar ajuda profissional, acompanhar e proteger. O objetivo da ação é estimular que as pessoas cuidem uma das outras e fiquem atentas aos sinais de que alguém está em sofrimento.

Os materiais direcionam o público para o site www.ufrgs.br/tamojunto, que orienta de forma concisa sobre sinais de alerta, fatores de proteção e formas de ajudar pessoas enfrentando dificuldades psicológicas. O site também coloca em destaque o CVV, que atende de forma gratuita e sigilosa qualquer pessoa que precise conversar. O atendimento está disponível pelo telefone 188 (24h), por e-mail e chat.

Dados evidenciam a importância do tema

Segundo o Ministério da Saúde, nos últimos anos tem-se registrado um aumento no número de suicídios no Brasil. Os últimos dados disponíveis apontam que, no país, a taxa de mortalidade por suicídio por 100 mil habitantes aumentou 16,8% entre 2007 e 2016 – índice bastante influenciado pelo crescimento de suicídios masculinos, que foi de 28% nesse período. Cerca de 10 mil pessoas tiram a própria vida por ano no Brasil, sendo essa a quarta maior causa de morte na faixa etária de 15 a 29 anos.

No Rio Grande do Sul, a situação não é diferente. Segundo os dados mais recentes divulgados pela Secretaria Estadual da Saúde, o Estado tem registrado um aumento na taxa de suicídio por 100 mil habitantes – que passou de 9,92 em 2011 para 12,7 em 2017. O crescimento também se dá no número absoluto de óbitos por lesão autoprovocada: de 1026 em 2011 para 1342 em 2017.

Onde obter informação e encontrar ajuda

Para auxiliar no acesso à informação sobre esse e outros temas, a UFRGS disponibiliza o site Saúde Mental. Nele é possível acessar conteúdo sobre as principais condições em saúde mental, prevenção do suicídio, diversidade, inclusão e promoção da saúde, como dicas sobre hábitos saudáveis e adaptação ao ambiente acadêmico.

A página também orienta sobre como procurar ajuda especializada. Uma das opções é a Clínica de Atendimento Psicológico da UFRGS, que oferece atendimentos individuais em fonoaudiologia e psicologia a toda a comunidade (não é necessário ter vínculo com a Universidade para ser paciente). Os valores dos atendimentos são combinados com o próprio paciente. Informações sobre agendamentos estão disponíveis no site da Clínica.

Fora da Universidade, é possível buscar atendimento gratuito pelo Sistema Único de Saúde –  tanto na Atenção Primária (postos de saúde) quanto em serviços de Urgência e Emergência, conforme o caso. Também há diversos serviços da rede privada que oferecem atendimento psicológico e psiquiátrico de forma gratuita ou a preços acessíveis. Acesse a relação desses locais aqui.

Universidade Federal do Rio Grande do Sul

Av. Paulo Gama, 110 - Bairro Farroupilha - Porto Alegre - Rio Grande do Sul
CEP: 90040-060 - Fone: +55 51 33086000