Ir para o conteúdo Ir para a navegação

Você está aqui: Página Inicial Notícias Pesquisa defendida na UFRGS ganha Grande Prêmio Capes de Tese

Pesquisa defendida na UFRGS ganha Grande Prêmio Capes de Tese

Trabalho desenvolvido por Beatriz Schmidt no PPG Psicologia foi reconhecido como melhor tese na área de Humanidades
13/12/2019 10:28

A pesquisadora Beatriz Schmidt é uma das vencedoras da 14ª edição do Grande Prêmio Capes de Tese, com o trabalho “Coparenting across the transition to parenthood: qualitative evidence from South-Brazilian families”. A cerimônia de premiação ocorreu nesta quinta-feira, 12, em Brasília.

A tese foi defendida em 2018 no Programa de Pós-Graduação em Psicologia da UFRGS, sob orientação do professor César Piccinini e co-orientação das professoras Giana Frizzo e Sarah Schoppe-Sullivan. O trabalho discute a coparentalidade na transição para a parentalidade, ou seja, sobre a maneira como mães e pais compartilham responsabilidades e se apoiam nos cuidados ao bebê durante os primeiros meses de vida após o nascimento da criança.

Para Beatriz, o prêmio é uma distinção muito importante para pesquisadores em início de carreira, como é o caso dela. A pesquisadora destaca o papel do orientador e das co-orientadoras no trabalho e agradece à CAPES e ao CNPq pela concessão das bolsas e do financiamento para o projeto de pesquisa. "Sou grata também à oportunidade de ter realizado meu doutorado em uma instituição pública e em um Programa de Pós-Graduação de excelência, como o PPG-Psicologia da UFRGS", afirma.

A pesquisa foi agraciada com o Prêmio Josué de Castro, em que concorrem os trabalhos da área das Humanidades. Os outros pesquisadores reconhecidos ontem são José Holanda da Silva, da UFPE, que ganhou o prêmio Oscar Sala (Ciências Exatas, Tecnológicas e Multidisciplinar) e Carolina Levis, do INPA, que conquistou o prêmio Graziela Maciel Barroso (Ciências da Vida).

Os trabalhos que recebem o Grande Prêmio são selecionados a partir do Prêmio CAPES de Tese, cujos ganhadores foram anunciados em setembro. Para a seleção do Grande Prêmio foram formadas três comissões, uma em cada grande área do conhecimento, compostas por, no mínimo, três membros e lideradas pelo presidente da CAPES, Anderson Correia.

Os três pesquisadores receberam uma bolsa para realização de estágio pós-doutoral em instituição internacional por até 12 meses e R$ 20 mil cada. O orientador de cada uma das três pesquisas receberá R$ 9 mil para participação em congresso internacional.

Confira o programa Pesquisa em Pauta, da UFRGS TV, sobre o trabalho de Beatriz:

 

Com informações da CAPES

Notícia relacionada: Com quatro premiações, UFRGS está entre as maiores ganhadoras do Prêmio Capes de Tese 2019

Universidade Federal do Rio Grande do Sul

Av. Paulo Gama, 110 - Bairro Farroupilha - Porto Alegre - Rio Grande do Sul
CEP: 90040-060 - Fone: +55 51 33086000