Ir para o conteúdo Ir para a navegação

Você está aqui: Página Inicial Notícias Tese sobre inovação na agricultura vence prêmio do Conselho de Administração

Tese sobre inovação na agricultura vence prêmio do Conselho de Administração

Estudo analisa o processo de inovação no contexto da Agricultura Inteligente (Smart Farming), desde a produção de conhecimento científico até a fase de difusão dessas tecnologias na agricultura
12/07/2018 14:43

A pesquisa de doutorado de Dieisson Pivoto, orientando dos professores Paulo Waquil e Edson Talamini, da Faculdade de Ciências Econômicas (FCE), venceu o prêmio de melhor tese em Administração Rural, concedido pelo Conselho Federal de Administração. O trabalho foi defendido neste ano, no Programa de Pós-Graduação em Agronegócios da UFRGS, que tem muitos docentes da FCE como colaboradores.

O objetivo do estudo foi analisar o processo de inovação no contexto da Agricultura Inteligente (Smart Farming), desde a produção de conhecimento científico até a fase de difusão dessas tecnologias na agricultura. A partir de entrevistas com especialistas de diferentes áreas e de pesquisa empírica junto a produtores de grãos do Paraná, de Santa Catarina e do Rio Grande do Sul, Pivoto teve acesso a dados inéditos no contexto brasileiro. Graças à sua pesquisa, hoje é possível saber quais são os principais fatores que motivam a adoção de agricultura inteligente e as barreiras que atrasam a entrada dos produtores de grãos nesse contexto.

De acordo com Pivoto, a escolaridade dos produtores é um fator determinante para a adoção de Smart Farming. “Os resultados da tese sinalizaram que um maior grau de escolaridade tende a aumentar probabilidade de adoção dessas tecnologias”, completa. Nesses casos, os resultados obtidos com o uso das técnicas de agricultura inteligente possibilitaram aumento de produtividade, maior qualidade dos processos, redução de custos e maior conhecimento sobre as áreas cultivadas.

Por outro lado, o que dificulta a utilização da tecnologia é o preço dos equipamentos, a baixa qualificação do trabalho rural e a precaridade do acesso à internet nas regiões rurais brasileiras. Pivoto também acrescenta que os produtores indicaram como um fator negativo da smart farming a necessidade de inserir muitos dados e informações no software.

O trabalho completo, de título Smart farming: concepts, applications, adoption and diffusion in southern Brazil, pode ser consultado no repositório digital da UFRGS.

Universidade Federal do Rio Grande do Sul

Av. Paulo Gama, 110 - Bairro Farroupilha - Porto Alegre - Rio Grande do Sul
CEP: 90040-060 - Fone: +55 51 33086000