Você está aqui: Página Inicial Notícias UFRGS assina protocolo de cooperação para revitalizar o arroio Dilúvio

UFRGS assina protocolo de cooperação para revitalizar o arroio Dilúvio

Solenidade na manhã de hoje marcou início de uma nova etapa com a elaboração formal de propostas para resgatar o Dilúvio
14/12/2011 13:49

Galeria de imagens

O sonho de ver o arroio Dilúvio despoluído está mais perto da população da grande Porto Alegre. Na manhã desta quarta-feira, dia 14, foi assinado o protocolo de cooperação que visa à integração institucional entre os parceiros na formação de um grupo de trabalho que irá acompanhar, debater e elaborar projetos e iniciativas para resgatar o arroio. O documento foi assinado pelos reitores da UFRGS, Carlos Alexandre Netto; da PUCRS, Joaquim Clotet; e pelos prefeitos de Porto Alegre, José Fortunati; e de Viamão, Alex Boscaini.

A assinatura do protocolo de cooperação marca o início de uma nova etapa rumo à revitalização da Bacia do Dilúvio. A partir de agora, o grupo de trabalho terá prazo de 180 dias para elaborar um plano de ação contemplando os seguintes eixos: saneamento, erosão e assoreamento, recuperação e preservação ambiental, educação ambiental, urbanização, habitação e paisagismo, desenvolvimento econômico, e mobilidade urbana. O objetivo é acelerar o trabalho para o projeto entrar em fase de execução.

O diagnóstico inicial foi traçado com base em estudos e pesquisas que compõem o marco conceitual do projeto, documento apresentado, no último mês de novembro, às prefeituras de Viamão e de Porto Alegre pelo pró-reitor de Pesquisa da UFRGS, João Schmidt, e pela diretora do Instituto do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais da PUCRS, Betina Blochtein.

Durante a solenidade de assinatura, o reitor Carlos Alexandre disse que a Universidade sente-se honrada em colaborar na revitalização do arroio. “Estamos colocando à disposição da comunidade a excelência acadêmica da UFRGS para conceber um projeto que possa resgatar o Dilúvio trazendo mais qualidade de vida à população, na construção de uma cidade melhor.”

Em suas falas, os prefeitos de Porto Alegre e de Viamão agradeceram a parceria com a UFRGS e PUCRS no enfrentamento às demandas de preservação do meio ambiente, na promoção do desenvolvimento das cidades com olhar voltado à sustentabilidade.

A solenidade foi encerrada com o plantio de cerejeiras, simbolizando a revitalização da bacia do arroio. Houve também uma exposição de painéis mostrando a diversidade da fauna nativa, morfologia natural da bacia, paisagens ancestrais e a história da ocupação urbana do local. A cerimônia contou também com as presenças do pró-reitor de Pesquisa da UFRGS, João Schmidt, do secretário de Meio Ambiente de Porto Alegre, Luiz Fernando Záchia; de secretários municipais de Viamão e de Porto Alegre, além de representantes de entidades ambientais e estudantes de escolas públicas.

O Programa de Revitalização da Bacia do Arroio Dilúvio é inspirado na recuperação do rio Cheong Gye Cheon, que corta a cidade de Seul, na Coréia do Sul. Os 5,8 km de extensão do rio foram totalmente despoluídos e integrados à comunidade por meio da criação de um espaço público planejado.

Com aproximadamente 17 quilômetros de extensão, o arroio Dilúvio recebe atualmente 50 mil metros cúbicos de detritos, produtos de erosão natural provocada pelo desmoronamento de encostas de morros, além de entulho e lixo.  A proposta é transformar a bacia do arroio num lugar seguro, acessível e agradável à população.

Por Danielle Maciel

Universidade Federal do Rio Grande do Sul

Av. Paulo Gama, 110 - Bairro Farroupilha - Porto Alegre - Rio Grande do Sul
CEP: 90040-060 - Fone: +55 51 33086000