Ir para o conteúdo Ir para a navegação

Você está aqui: Página Inicial Notícias UFRGS decreta luto oficial pelo falecimento de Francisco Mauro Salzano

UFRGS decreta luto oficial pelo falecimento de Francisco Mauro Salzano

Professor Emérito da Universidade, Salzano foi precursor na pesquisa genética no Brasil
28/09/2018 11:03

A Universidade decretou luto oficial de três dias em função do falecimento do Professor Emérito Francisco Mauro Salzano, ocorrido nesta quinta-feira, 27. Com isso, a bandeira da UFRGS ficará a meio mastro até o domingo, 30 de setembro. Precursor na pesquisa genética no Brasil, Salzano foi professor do Departamento de Genética da UFRGS e pesquisador reconhecido nacional e internacionalmente.

Mesmo aposentado desde 1998, continuava atuando na pesquisa, nas áreas de estudos de evolução em populações humanas – especialmente indígenas – e doenças relacionadas à coagulação sanguínea, como as hemofilias. A importância do professor para a pesquisa em Genética refletiu-se em dezenas de prêmios, além de títulos de Doutor Honoris Causa das Universidades de Toulouse (França) e Costa Rica.

Salzano foi mestre de muitos estudantes que passaram pela UFRGS e criou gerações de pesquisadores tanto na Universidade quanto fora dela. Estimulava e defendia a importância da formação de novos pesquisadores desde a juventude. “Isso deve ser iniciado até antes da entrada da Universidade, no Ensino Médio. Em qualquer ramo da ciência ou do trabalho, começar na juventude é muito importante. Quando a pessoa tem interesse por esse tipo de conhecimento, esse potencial deve ser explorado”, ressaltou, em entrevista concedida para a assessoria de imprensa da UFRGS em maio deste ano. Por isso, defendia o investimento governamental em programas como o de Iniciação Científica e no ensino público. Salzano mencionava a necessidade de um esforço contínuo de apoio à investigação e à tecnologia, para que o Brasil chegasse ao nível dos países mais desenvolvidos.

Na mesma ocasião, declarou: “Eu sempre digo que o que eu faço não é realmente trabalho, é quase que uma diversão. Não é estritamente diversão porque envolve esforço – tanto intelectual quanto físico. Para mim, parar é impossível, pois me realizo nessa atividade”. De fato, seguiu atuando até seus últimos dias, orientando estudantes e trabalhando em prol da pesquisa em Genética.

O velório do professor Salzano ocorre nesta sexta, 28, a partir das 11h30, na Capela VII do Cemitério João XXIII (Av. Natal, 60 – Bairro Medianeira – Porto Alegre). O sepultamento será realizado às 18h30.

Matéria produzida em 2017 pela UFRGS TV sobre o Laboratório de Evolução Humana e Molecular, onde atuava o professor Salzano

Universidade Federal do Rio Grande do Sul

Av. Paulo Gama, 110 - Bairro Farroupilha - Porto Alegre - Rio Grande do Sul
CEP: 90040-060 - Fone: +55 51 33086000