Você está aqui: Página Inicial Notícias UFRGS inaugura Central de Videomonitoramento

UFRGS inaugura Central de Videomonitoramento

Circuito fechado de televisão estava operando em etapa de testes desde o início deste ano
05/12/2017 19:23

Galeria de imagens

Foi inaugurado oficialmente em solenidade nesta tarde, dia 5, a Central de Videomonitoramento dos campi Centro e Saúde. As câmeras do projeto de implantação do Circuito Fechado de Televisão (CFTV) estavam operando em etapa de testes desde o início deste ano. São ao todo 85 equipamentos monitorando 24h por dia, algumas com o recurso de infravermelho, os Campus Centro, Saúde e do Vale, e representa um investimento de mais de R$2 milhões.  Ainda qualquer câmera de smartfone, com wi-fi, que esteja cadastrada no sistema pode transmitir ao vivo para a Central. Isso permitir o acompanhamento de ocorrências em áreas que não contam com a presença de câmera de segurança. O sistema possui recurso de armazenamento das imagens captadas, conforme as normas de monitoramento e gravação em circuitos internos.

O projeto foi desenvolvido pela Superintendência de Infraestrutura (SUINFRA), em parceria com a Coordenadoria de Segurança (COORDSEG), o gabinete da Reitoria e a Central de Processamento de Dados (CPD) e representa maior agilidade e eficiência no monitoramento das áreas internas e do entorno da Universidade, facilitando a tomada de decisões pela COORDSEG de em situações de emergência. Segundo Daniel Pereira, a central representa um avanço na vigilância como prevenção. O coordenador de Segurança espera que haja a diminuição de ocorrências como de quando foi implantado sistema de câmeras no Campus do Vale, em 2009. Ainda o sistema pode oferecer subsídios para a polícia solucionar crimes, visto que algumas câmeras captam imagens das ruas em volta dos campi.

Em seu discurso, o reitor Rui Vicente Oppermann afirmou que a inauguração da Central de Videomonitoramento atende a uma ansiedade existente na comunidade estudantil e dos servidores por mais segurança. A entrega do projeto cumpre um papel estratégico na prevenção de crimes. “Estamos sofrendo muito no entorno dos campi com o crime. A central permite a prevenção e até a prisão de criminosos, pois se atuará em conjunto com a órgãos de segurança. Essa construção cidadã é fundamental para criar um ambiente seguro interno e no entorno da Universidade”, pontua.

A próxima fase de execução, que ainda depende da captação de recursos, contemplará o campus Olímpico e o campus Litoral Norte. No futuro, o superintendente de Infraestrutura, Edy Isaias Junior, prevê a integração das centrais com os sistemas internos das unidades.

Universidade Federal do Rio Grande do Sul

Av. Paulo Gama, 110 - Bairro Farroupilha - Porto Alegre - Rio Grande do Sul
CEP: 90040-060 - Fone: +55 51 33086000