Ir para o conteúdo Ir para a navegação

Você está aqui: Página Inicial Notícias UFRGS promove ações para esclarecer a comunidade acadêmica sobre o novo coronavírus

UFRGS promove ações para esclarecer a comunidade acadêmica sobre o novo coronavírus

Campanha no site e nas redes sociais da Universidade orienta para medidas de prevenção
05/03/2020 09:17

A UFRGS acompanha a situação dos casos do novo coronavírus no Rio Grande do Sul e dá início a ações para esclarecer a comunidade acadêmica e reforçar as medidas de prevenção. Com o começo das aulas na Universidade na quinta-feira, dia 5 de março, alunos, docentes, técnicos administrativos e terceirizados são o público-alvo de atividades que orientam para a prevenção da doença.

O reitor Rui Oppermann destaca que o início do semestre letivo deve ocorrer de forma tranquila. “A UFRGS tem experiência a partir da pandemia de gripe A (H1N1), em 2009, que exigiu a tomada de decisões e parcerias com as unidades acadêmicas e o Hospital de Clínicas de Porto Alegre (HCPA). No momento, estamos adotando as ações de prevenção necessárias, orientados por entidades sanitárias e pelo Ministério da Saúde, a fim de evitar a chegada e a propagação da doença”. Oppermann também ressalta que a Administração Central está atenta à situação, e as medidas podem ser alteradas caso o panorama epidemiológico se agrave.

O site e as redes sociais da UFRGS passam a divulgar informações sobre as medidas preventivas. Paralelamente, o Departamento de Atenção à Saúde (DAS), além de enviar materiais informativos para os servidores por e-mail, mantém plantões com médicos aptos a esclarecer dúvidas da comunidade acadêmica sobre o tema. O contato pode ser feito pelos telefones 3308.2009, 3308.2014 e 3308.2016 ou ainda pelos e-mails das@progesp.ufrgs.brdps_das@progesp.ufrgs.br. O serviço não prestará consultas nem atendimentos para diagnósticos da doença [veja indicações abaixo de onde procurar atendimento].

Como uma das medidas mais eficazes de prevenção à doença é a higienização das mãos, a Universidade aumentou a aquisição de sabonetes líquidos e toalhas de papel para distribuir em todos os campi. A UFRGS também está promovendo reuniões com os terceirizados para explicar as formas de prevenir a doença.

Medidas simples ajudam na prevenção

A transmissão do novo coronavírus pode ser evitada por medidas básicas, como realizar lavagem frequente das mãos, especialmente após contato direto com pessoas doentes. Ao espirrar ou tossir, é recomendado utilizar lenço descartável e higienizar as mãos. Ao tossir, deve-se tapar a boca com o braço, evitando usar a mão, que, em contato com objetos e superfícies, pode ser um vetor para a contaminação. O coordenador da Comissão de Controle de Infecção Hospitalar do HCPA, Rodrigo Pires, salienta que essas são recomendações que devem ser seguidas sempre para evitar a transmissão de infecções virais em geral. No momento atual, é válido reforçar a importância da higienização das mãos.

Pires enfatiza que, mesmo com a ocorrência de sintomas leves, como coriza ou tosse fraca, por exemplo, a pessoa deve seguir os cuidados recomendados, pois ela pode estar com o vírus. “É responsabilidade de todos prevenir a disseminação do novo coronavírus, que, por enquanto, não tem tratamento”, afirma. A vacinação contra a influenza é outra medida recomendada. Pires explica que é mais fácil fazer o diagnóstico de outras infecções virais em pessoas vacinadas que apresentam sintomas de gripe.

A comunidade universitária deve estar atenta também para manter os ambientes arejados, principalmente as salas de aula. Por fim, Pires destaca que o uso de máscaras não é necessário para quem não está doente. Recomenda-se apenas para profissionais da saúde, para quem tem contato com doentes e para quem apresenta os sintomas, evitando contaminar outras pessoas.

Outros cuidados são:

• evitar tocar mucosas de olhos, nariz e boca;

• não compartilhar objetos de uso pessoal, como talheres, pratos, copos e garrafas;

• manter os ambientes bem ventilados;

• evitar contato com as pessoas que apresentem sinais ou sintomas da doença.

Atenção aos sintomas

Os sintomas do coronavírus são semelhantes aos de um resfriado e podem, também, causar infecção do trato respiratório inferior, como as pneumonias. Os principais são febre, tosse e dificuldade para respirar. A pessoa que apresentar os sintomas acima e que nos últimos 14 dias tenha estado em um dos países com transmissão local do vírus deve procurar atendimento médico em um posto de saúde.

Onde obter informações confiáveis

Está disponível no site do Ministério da Saúde um compilado de informações sobre o novo coronavírus. A comunidade pode acessar no link https://www.saude.gov.br/saude-de-a-z/coronavirus dados sobre formas de transmissão, sintomas, medidas preventivas e orientações para profissionais de saúde. No site e nas redes sociais do Ministério, a situação epidemiológica da doença no país é atualizada diariamente. A comunidade pode, ainda, baixar o aplicativo SUS – Coronavírus, disponível em Android e iOS, com informações sobre a doença, mapa com unidades de saúde e notícias sobre o tema. Também é possível consultar informações atualizadas nos sites da OPAS/OMS e da Secretaria Estadual da Saúde do Rio Grande do Sul.

Universidade Federal do Rio Grande do Sul

Av. Paulo Gama, 110 - Bairro Farroupilha - Porto Alegre - Rio Grande do Sul
CEP: 90040-060 - Fone: +55 51 33086000