Você está aqui: Página Inicial Notícias Cônsul Traumann discute na UFRGS implantação do Centro de Estudos Alemães e Europeus

Cônsul Traumann discute na UFRGS implantação do Centro de Estudos Alemães e Europeus

Primeiro instituto do gênero no Hemisfério Sul foi autorizado pelo governo da Alemanha para ser instalado em Porto Alegre. UFRGS e PUCRS dividem responsabilidade
17/01/2017 12:26

Galeria de Imagens

Anunciada em novembro do ano passado, a seleção da UFRGS e da PUCRS para sediar o primeiro Centro de Estudos Alemães e Europeus da América Latina e do Hemisfério Sul motivou a visita do cônsul alemão Stefan Traumann à UFRGS. O visitante foi recebido pelo reitor Rui Vicente Oppermann em agenda na manhã de hoje, dia 17, no Salão Nobre da reitoria.

Traumann cumprimentou a Universidade pela seleção para sediar o Centro, garantida, segundo ele, graças a um trabalho extraordinário das instituições. O cônsul renovou o apoio do consulado do governo alemão para fazer do Centro um sucesso, lembrando que o tema foi objeto de reuniões realizadas nos últimos três anos. “Queremos que este seja um centro não só para Porto Alegre, para o Rio Grande do Sul, mas para o Brasil e os países da região. É a chance de construir um farol para a colaboração entre a Alemanha e o Brasil”, comentou Traumann, que também apontou a necessidade de envolver as empresas alemãs e brasileiras na promoção do Centro. Nesse sentido, o reitor Rui Vicente Oppermann disse que a UFRGS possui vários acordos com empresas e que o momento agora é de verificar quais podem ser parceiras para esse projeto.

A estruturação administrativa do Centro foi abordada pelo reitor, que alertou para a necessidade de definição dos setores, atribuições e responsabilidades para tocar o projeto adiante. Oppermann questionou sobre a possibilidade de envolver os governos estadual e municipal na atuação do instituto alemão, posição que teve apoio da diretora do recém-criado Centro, professora Claudia Lima Marques. Segundo Claudia, nos vários centros espalhados pelo mundo, há lideranças empresariais e científicas nos conselhos consultivos, mas que a presença de indicações dos governos pode ser uma inovação do Centro gerido pela UFRGS e pela PUCRS. O cônsul pontuou que as universidades têm autonomia para decidir sobre a estruturação do órgão. A questão será amadurecida em conversa com a PUCRS.

O grupo reunido nesta manhã discutiu as possíveis atividades a serem desenvolvidas este ano pelo Centro. Foram feitas referências à Semana da Língua Alemã, no final de março, e aos 500 anos da reforma luterana, em outubro. Porto Alegre sediará em novembro um encontro empresarial Brasil-Alemanha, uma oportunidade, segundo Traumann, para divulgar as ações do Centro.

Também compareceram à reunião as professoras Clarissa Baeta Neves e Soraya Cortes, ambas do IFCH, além do secretário de Relações Internacionais Nicolas Maillard e do chefe de gabinete João Roberto Mello.

Centro de Estudos Alemães e Europeus - A UFRGS e a PUCRS tiveram sua proposta para o Centro de Estudos Alemães e Europeus aprovada pelo Ministério das Relações Exteriores da Alemanha em novembro de 2016. Com o objetivo de promover a colaboração acadêmica entre os dois países nas áreas de Humanidades.

O centro irá reunir pesquisadores da UFRGS e da PUCRS e se dedicará à discussão de três fenômenos-chave: globalização, desenvolvimento sustentável e diversidade cultural. Da PUCRS, foram identificados 15 pesquisadores seniores e seus orientandos. Na UFRGS, cerca de 30 pesquisadores e mais de 50 alunos estarão diretamente envolvidos com a atividade nas seguintes unidades:

  • Instituto de Filosofia e Ciências Humanas - PPG Antropologia social, PPG Ciência política, PPG Filosofia, PPG Políticas públicas, PPG Sociologia;
  • Instituto de Letras - PPG Letras (Germanística e Romanística);
  • Faculdade de Arquitetura - PPG Urbanismo;
  • Faculdade de Direito - PPG Direito;
  • Faculdade de Educação - grupos de pesquisas “Racionalidade e Formação” e “Educação e Envelhecimento” (vinculados ao PPG em Educação)
  • Faculdade de Economia - PPG Estudos Estratégicos Internacionais.

Também participam da iniciativa o Centro de Estudos Internacionais sobre Governo (Cegov) e o Instituto Latino-americano de Estudos Avançados (Ilea). O Centro promoverá ainda atividades relacionadas ao estudo do idioma alemão e editais para organização de eventos e para mobilidade de doutorandos e pesquisadores. A Alemanha fornece fomento ao projeto por cinco anos, sendo que o Centro pode ser renovado pelo mesmo período.

Universidade Federal do Rio Grande do Sul

Av. Paulo Gama, 110 - Bairro Farroupilha - Porto Alegre - Rio Grande do Sul
CEP: 90040-060 - Fone: +55 51 33086000