No dia 16 de julho de 2019, aos 87 anos, faleceu o Prof. FERNANDO ZANOTTA DA CRUZ, docente aposentado do Departamento de Fitossanidade, antecedido pelo Departamento de Fitotecnia, e do PPG Fitotecnia, antecedido pelo PPG Agronomia, da Faculdade de Agronomia.

O Prof. Cruz nasceu em 20 de abril de 1932, na cidade de Pelotas. Graduou-se como Engenheiro Agrônomo na então Escola de Agronomia Eliseu Maciel (EAEM), da atual UFPEL, em 1959. Portanto, 2019 marca os 60 anos de sua formatura. Em 1960, foi contratado pelo Plano da Semente e da Sanidade do Trigo, do Ministério da Agricultura, desenvolvendo atividades de pesquisa no Serviço de Entomologia da Secretaria da Agricultura do RS, em Porto Alegre, e na Secção de Entomologia do Instituto Agronômico do Sul (IPEAS), em Pelotas, até 1961, quando foi extinto o referido Plano. Neste mesmo ano, foi nomeado como Engenheiro Agrônomo do quadro do Ministério da Agricultura, lotado na Inspetoria de Defesa Sanitária Vegetal, em Porto Alegre, atuando na fiscalização fitossanitária, até 1974. Em 30/05/1962, foi nomeado como Instrutor de Ensino Superior do quadro da Faculdade de Agronomia e Veterinária da UFRGS, com exercício na disciplina de Entomologia e Parasitologia Agrícolas, passando para a classe de Professor Assistente em 1966. Naquela época, já tinha como parceiros de trabalho os professores Dauro Correa Redaelli (in memoriam) e Elio Corseuil. Em 1974, por habilitação em concurso público, passou a Professor Adjunto do Departamento de Fitotecnia, em regime de dedicação exclusiva, exonerando-se do Ministério da Agricultura, e iniciou atividades no PPG Agronomia, Área de Concentração Fitotecnia. Neste mesmo ano, afastou-se para cursar o Mestrado em Entomologia na ESALQ / USP, em Piracicaba, concluído em 06/1977. Posteriormente, retornou à mesma instituição para o curso de Doutorado em Agronomia, Área de Concentração Entomologia, concluído em 05/1982. Em 10/1989, foi nomeado para a classe de Professor Titular, Área de Fitossanidade/Entomologia, a partir de concurso público, cujo resultado foi publicado no DOU em 12/07/89.

Sua atuação em atividades de ensino ocorreu nas disciplinas de Entomologia e Parasitologia Agrícolas, Entomologia Agrícola, Entomologia Habitacional e Pragas de Plantas Cultivadas, do curso de graduação em Agronomia, e de Entomologia e de Controle de Insetos, do PPG Agronomia. Neste programa, orientou diversos alunos de mestrado e doutorado, cujo trabalho resultou em muitas publicações científicas, colaborando intensamente para o conhecimento dos insetos de importância agrícola e habitacional e seu controle. Seus primeiros artigos foram publicados em 1960, na revista Agronomia Sul Riograndense (atual Pesquisa Agropecuária Gaúcha): ”Novos sistêmicos no controle do pulgão do trigo”, em co-autoria com A.C. Fagundes e D.C. Redaelli, e “Efeitos do expurgo com brometo de metila sobre a germinação do trigo”, em co-autoria com D.C. Redaelli. Além dos professores Redaelli e Corseuil, foram também seus contemporâneos no grupo da Entomologia da Faculdade, mais tarde, os professores Rogério Fernando Pires da Silva (in memoriam), Luiza Rodrigues Redaelli e Gervásio Silva Carvalho.

Nos aspectos administrativos, atuou em várias oportunidades como substituto na Chefia do Departamento de Fitotecnia e na Direção e Vice-Direção da Faculdade de Agronomia.

No âmbito familiar, deixa quatro filhos (Antônio, Cláudio, Miguel e João) e dois netos. O filho Cláudio Estêvão Farias da Cruz é professor do Departamento de Patologia Veterinária da Faculdade de Veterinária da UFRGS. Sua sobrinha Enga. Agra. Renata Pereira da Cruz é professora da área de Melhoramento Vegetal do Departamento de Plantas de Lavoura da Faculdade de Agronomia.

O prof. Cruz é sempre muito lembrado por seu comportamento extrovertido e expansivo, seu trabalho dedicado no estudo e ensino dos insetos e seu estilo peculiar e amigável de interagir com os seus alunos, com brincadeiras e aconselhamentos, porém sem deixar de ser austero na cobrança de suas responsabilidades e obrigações com o trabalho acadêmico. Este aspecto lhe rendeu a eleição como paraninfo ou professor homenageado por muitas turmas do curso de Agronomia.

Aposentou-se compulsoriamente em 08/01/2002, prestes a completar 70 anos, há poucos meses de fechar o período de 40 anos de atuação e de relevantes contribuições à história da Faculdade de Agronomia.

Abaixo, possivelmente, as últimas imagens do Prof. Cruz na Faculdade de Agronomia, na reinauguração do Prédio Central, em 14/10/2009.