SEMINÁRIOS DO PPG CS


EXTRAÇÃO MULTIELEMENTAR COM EXTRATOR DE MEHLICH-3 E DETERMINAÇÃO SIMULTÂNEA POR ICP OES EM AMOSTRAS DE SOLOS

Químico Industrial e Mestre em Ciência do Solo Lenio da Silva Santos

Orientador: Clesio Gianello

24/05/2017 às 14 horas SALA PG08


Resumo


O uso de extratores multielementares em combinação com a técnica de ICP OES aumenta a eficiência e diminui os custos para os laboratórios. Os objetivos deste estudo foram: a) correlacionar os teores de fósforo (P), potássio (K), cálcio (Ca), magnésio (Mg), alumínio (Al), cobre (Cu), zinco (Zn), manganês, enxofre (s) e boro (B) extraídos por Mehlich-3 e, determinados por ICP com os de extratores e técnicas de referência e, b) Desenvolver equações de conversão para os valores obtidos por M3-ICP que possibilitem o uso das tabelas de interpretação. Foram utilizadas amostras de solo encaminhadas junto ao Laboratório de análises de Solo da UFRGS. Como protocolo referência o P, K, Cu e Zn foram extraídos por Mehlich-1. O Ca, Mg, Al e Mn por KCl 1,0 mol L-1. O K, Ca, Mg, Al e Mn por NH4Cl 1,0 mol L-1. O B foi extraído por água quente e CaCl2 0,02 mol L-1 e o S por fosfato-Ca (500 mg L-1 de P).  As técnicas de determinação foram COL, FAAS, titulação ácido-base e ICP.  Em média, o P-M3-COL foi 23 e 29% menor do que o P-M1-ICP e P-M3-ICP, respectivamente. Em média, o K-M3-ICP foi, aproximadamente, 30% maior do que o K-M1-ICP e K-NH4Cl-ICP. Em média, o Ca-M3-ICP foi 24% maior do que o Ca-KCl-FAAS, e 46% maior do que o Ca-NH4Cl-ICP. Para o Mg não houve diferença entre as médias, independentemente do extrator e da técnica. Em média, o Al-KCl-titulado não diferiu do Al-NH4Cl-ICP. O teor de Cu-M3-ICP foi, em média, 25% maior do que o Cu-M1-ICP. Não houve diferença, na média, entre os teores de Zn-M3-ICP e de Zn-M1-ICP. O teor de S-M3-ICP foi, em média, o dobro do S-Fosfato-ICP. O teor de B-M3-ICP foi, em média, 85% maior do que o B-CaCl2-ICP. O Mn extraído por M3 foi, em média, 500% maior do que o extraído por NH4Cl 1,0 mol L-1. Os teores de P, K, Ca e de Cu extraídos por M3 e determinados por ICP podem ser interpretados pelas tabelas do manual, desde que usado um fator de correção. Os teores de Mg e Zn extraídos por M3 foram similares aos dos métodos de referência, não sendo necessário um fator de correção. O extrator de Mehlich-3 não foi capaz de estimar os teores de Al, B e S disponíveis.