Dez angolanos (coordenadora, gerente técnico e beneficiários) e um brasileiro (assessor técnico) que fazem parte do Projeto Terra do Futuro permaneceram hospedados e desenvolvendo atividades na Estação Experimental Agronômica no período de 30/11 até 09/12. O Projeto Terra do Futuro disponibiliza lotes de 250 ha e promove capacitação em agropecuária para jovens empreendedores angolanos com o objetivo de desenvolver o agronegócio em Angola e contribuir para que o país atinja as metas do milênio estipuladas pela Organização das Nações Unidas. A agenda de atividades desenvolvida pelo grupo foi intensa, envolvendo as seguintes visitas/atividades: Departamento de horticultura e silvicultura (visitas as coleções de espécies frutíferas, manejo de pomares e prática de enxertia); Fazenda Panorama (Fruticultura) (foto); Departamento de Plantas de Lavoura (pesquisas em controle de invasoras (foto) (foto), cultura do milho e melhoramento de aveia branca), Departamento de Forrageiras e Agrometeorologia (pesquisas em melhoramento de forrageiras e manejo de campo nativo e integração lavoura/pecuária); Departamento de Zootecnia e FAVET (visita aos centros de manejo de bovinos da EEA, acompanhamento da prática de inseminação (foto) e manejo reprodutivo e sanitário de bovinos (foto) e palestra sobre melhoramento genético de bovinos); Departamento de Solos (experimentos sobre manejo e conservação do solo e água, química, biologia e fertilidade do solo; mecanização agrícola, e acompanhamento em sala de aula da apresentação dos trabalhos dos alunos de graduação da disciplina de Mecanização  Agrícola); Setor de Apicultura (práticas sobre manejo de apiários, colheita, acondicionamento de mel e visita a sede da Confederação Brasileira de Apicultura em Porto Alegre); Setor de Administração (tipos de implantação de pastagem, prática de regulagem de plantadeira (foto), operação de plantio e acompanhamento de áreas estabelecidas com pastagens e lavouras e manejo de campo nativo).