Acervo digital reúne Arquitetura Moderna e Contemporânea gaúcha

A Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS) disponibiliza à comunidade um acervo digital de Arquitetura Moderna e Contemporânea do RS, com fichas contendo informações de autorias, imagens e plantas de importantes construções. O material foi organizado a partir de pesquisas realizadas pelos professores Sérgio Marques, Claudio Luiz Araújo e Maturino Luz, inicialmente na UniRitter, em 2000.

A partir de 2018, a pesquisa passou a ser desenvolvida integralmente na Faculdade de Arquitetura da UFRGS, coordenada pelo professor Sergio Marques, do Programa de Pesquisa e Pós-Graduação em Arquitetura (PROPAR/UFRGS), e vinculada ao Grupo de Pesquisa CNPq “O Ensino e a Pesquisa do Projeto – A Produção da Arquitetura Moderna e Contemporânea”, da FA/UFRGS e FAU/USP. A escolha das obras documentadas foi feita pelos estudantes, de acordo com o interesse de suas pesquisas, e suas respectivas relevâncias, para integrar o acervo, discutidas em sala de aula.

Fazem parte do acervo de Arquitetura Moderna e Contemporânea do Rio Grande do Sul fichas com informações – de autoria, inclusive – de prédios como o Instituto de Educação (1935), de Fernando Corona; o Hospital de Clínicas (1942), de Jorge Machado Moreira; Edifício Santa Cruz (1955), de Carlos Alberto de Holanda Mendonça e Jayme Luna dos Santos; a Cidade Universitária da Universidade Federal de Santa Maria – UFSM (1962), de Oscar Valdetaro e Roberto Nadalutti; a FAU UniRitter (1977), de Charles René Hugaud e Cairo Albuquerque da Silva; a Casa de Cultura Mario Quintana (1987), de Flávio Kiefer e Joel Gorski; entre outros.

Confira aqui o Acervo Digital da UFRGS

Fonte: CAU/RS