Arquivos da categoria : Textos para abrir uma conversa

Queremos começar uma conversa com nossos leitores a partir de textos que tratam de temáticas contemporâneas sobre arte e educação.


DSC_0023

ALGUMAS COISAS QUE (DES)APRENDI COM A ARTE

(Imagem do acervo) Algumas coisas que (des)aprendi com a arte que ela está onde aparentemente não está, e que isso provoca deslocamentos importantes na educação; que ela é um campo em eterno campo, portanto toda e qualquer definição sempre será um erro; que organizar-se é uma forma de aprender e que ela tem muito a […]


MULHERES ARTISTAS NAS AULAS DE ARTE: MULTIPLICAR HORIZONTES ÉTICOS E ESTÉTICOS

Rosangela Rennó,Espelho Diário [Fragmento], 2001 http://www.rosangelarenno.com.br/obras/view/26/1 No momento em que estas linhas vão ganhando existência, o desbotado enunciado “menino veste azul e menina veste rosa”, que prima pela dualidade e anseia pela fixidez dos gêneros, torna-se pauta no discurso de certos setores políticos e mote de discussões que o endossam ou o rejeitam. E, certamente, […]

Rennó

alys

POR QUE AS ARTES SÃO IMPORTANTES PARA NOSSA VIDA?

Francis Alÿs , When Faith Moves Mountains [Quando a fé move montanhas], (2002). Adoro as perguntas ordinárias – da ordem do dia, de dentro. Gosto pouco das extraordinárias, são extras mesmo, de fora. Essa pergunta já contempla e instala um nós, pessoas-em-plural – nossa vida. Somos mestiços, híbridos, complexos, em permanente mutação. Somos constantes exercícios […]


POR QUE NECESSITAMOS MUDAR AS PRÁTICAS E MUDAR AS FORMAS DE VIDA?

 CONTAMINAÇÕES INTERDISCIPLINARES COM MARRONS ENFERRUJADOS Como todos os anos, a primeira aula começa com todas as alunas, futuras professoras de Educação Primária, fora das salas de aula da universidade. No ano acadêmico de 2017-2018, iniciamos nossas atividades com a  exposição Bibliotecas Insólitas, com curadoria de Glòria Picazo, que aconteceu de 16 de junho a 10 de […]

Diapositiva1

Como começar uma aula?
TEXTOS PARA ABRIR UMA CONVERSA

COMO COMEÇAR UMA AULA?

Hicham Benohoud: Foto da série La salle de classe (2000-2002) Para começar é preciso dar um salto… O começo é mais difícil… Começar é fácil… Começar? Os anos começam e terminam assim como os nossos calendários nas escolas e universidades. São planejamentos de um lado, datas, projetos, ações, mais datas, mais projetos, mais encontros de […]


QUE TIPO DE AULA DE ARTE PRODUZIMOS QUANDO SAÍMOS DA SALA DE AULA?

  Paulo Nazareth – Projeto Notícias da América ( ) Imagem cedida pelo artista* A sala de aula e sua disposição nos diz muito sobre as concepções de educação e os processos de ensino e aprendizagem. Manter os alunos alinhados com professor em frente é mais que uma forma de organização, é uma forma efetiva […]

thumbnail_image (1)

Cinthia-Marcelle-8-e1280344461474

ARTE É SÓ NAS AULAS DE ARTE?

Cinthia Marcelle – Volver (2009) Certo dia chegou até mim um convite para a abertura de uma exposição chamada “Intraduzível”, que inauguraria no Museu da Imagem e do Som (MIS) em Florianópolis. O texto escrito pela curadora e artista Juliana Crispe, disposto logo na entrada da sala expositiva, salientava que a Mostra era uma investigação […]


Por que falar das formas expressivas indígenas nas escolas?

Roda de teto wayana.  Fonte: VAN VELTHEM (org.). Livro da arte gráfica wayana e aparaí. Museu do Índio/Iepé, 2010. A questão acima me foi proposta como mote pelo interessantíssimo grupo Arteversa, que tem, como um de seus méritos, propor discussões públicas e interdisciplinares sobre arte e educação. Ela permitiria várias respostas. Vou compartilhar três delas […]

1_mascaras apapaatai

11

Uma conversa entre professoras/professores de arte

A mudança que desejamos para a educação, apesar de não parecer, advém em boa parte das políticas públicas, grande movimentos e reivindicações, mas, não só. Ela parte também das microrrelações, das pequenas atitudes, daquelas que tomamos em nosso dia a dia. Enquanto professora e artista e pesquisadora e…e…e… lanço algumas ideias que vem fazendo parte […]