Arteversa na Rede VISÍVEL


 

 

 

 

‘REDE VISÍVEL: Arte, Mediação e Formação’

A REDE VISÍVEL é uma plataforma de partilha e reflexão sobre temas relativos à arte e à sua mediação. Surge no âmbito da rede construída nos Congressos Internacionais Matéria-Prima, sediados na Universidade de Lisboa, em Portugal, e procura ampliar, atualizar e diversificar os canais de pesquisa e investigação no campo alargado da mediação artística e cultural.
É um novo círculo que se propõe organizar encontros de debate, publicações monográficas e eventos que respondam com pertinência a desafios temáticos, assim como fazer atividades de intervenção e disseminação, como exposições, videogramas ou outras ações de fronteira e de criatividade.
Os encontros são de periodicidade anual e podem ocorrer em locais a ser determinados anualmente a partir de proposta aprovada no plenário do encontro anterior. As propostas monográficas são de caráter acadêmico, e publicadas pelo Centro em que ocorrer o encontro anual.
O primeiro encontro institui e promove um regulamento de funcionamento (coordenação, mesa, adesão, mandatos) e a apresentação das propostas para o encontro seguinte, de acordo com o plenário.

O 1º encontro da REDE VISÍVEL ocorreu simultâneo ao 7º Congresso Internacional Matéria-Prima, decorrido na Sociedade Nacional de Belas-Artes, em Lisboa, de 10 a 13 de julho de 2018, sendo promovido pelo Centro de Investigação e Estudos em Belas Artes (CIEBA) da Faculdade de Belas Artes da Universidade de Lisboa.

O 2º encontro da REDE VISÍVEL será acolhido pela Universidade Estadual de Londrina, Brasil, em 2019, em data a determinar.

 

1º DESAFIO REDE VISÍVEL
Livro dedicado ao tema “Mediação: problemas e inovações”

O Ensino de Arte está em perigo? Indícios: o corte de cargas horárias, a supressão curricular, o desinvestimento, o álibi das atividades extra-curriculares, a alteração na semiosfera, a debilidade dos currículos, a difusa sistematização curricular, as tecnologias virtuais, a redução da advocacia da área, os problemas de comparabilidade, as dificuldades na formação, as dissonâncias entre o formar e atuar, a difícil dualidade professor / artista, entre tantos outros eixos de problematização possíveis de escolher para abordar.

Partindo deste desafio foram organizados por João Paulo Queiroz e Ronaldo Oliveira dois livros que reunem 40 contributos:

  • Os riscos da Arte: Educação, Mediação e Formação
  • Arte e Ensino: propostas de Resistência

O ARTEVERSA tem o prazer de fazer parte desta rede. Contribuímos através de artigos para as primeiras publicações da rede:

Estamos em perigo? Arte, educação e resistência, de Luciana Gruppelli Loponte e Andréa Senra Coutinho.

Escrever uma educação das artes visuais com maiúsculas e operar resistências em uma formação pela experimentação, de Marilda Oliveira de Oliveira, Cristian Poletti Mossi, Francieli Regina Garlet & Vivien Kelling Cardonetti

 

Mais detalhes sobre a REDE VISÍVEL, neste link.